CÂMARA DE IBICARAÍ

CÂMARA DE IBICARAÍ

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

IBICARAÍ – PREFEITURA POR MEIO DAS SECRETARIAS DE ASSISTÊNCIA SOCIAL/SAÚDE PROMOVEU CURSO DE CAPACITAÇÃO PARA OS ACS SOBRE BPC.

 
  Na manhã desta quinta-feira (28), no salão nobre da Câmara municipal de Vereadores, aconteceu uma capacitação destinada para os Agentes Comunitários de Saúde, sobre BPC – Beneficio de Prestação Continuada, onde estiveram presentes Daniela Santos supervisora dos benefícios sociais da Assistência Social de Ibicaraí, Jaqueline Rosa coordenadora da Bolsa Família, Amélia Máximo coordenadora pedagógica do CRAS, a assistente social do CAPS Evanice, Ana Paula Duarte psicóloga do CAPS, Eduardo Júnior assistente social do NASF, Jeane Silva que é a gerente da loja do INSS de Ibicaraí, que estava acompanhada de Joabe Rios que é o gerente substituto e os ACS Agentes Comunitários de Saúde.

  A capacitação começou com uma mensagem exposta pela pedagoga Rosangela, em seguida a todos a cerca da capacitação, e ainda disse que tem uma certeza que através dos ACS as orientações sobre PBC serão mais bem disseminado, alcançando assim maior gama de pessoas, que se encontre em necessidade do beneficio em questão.

  A gerente do INSS de Ibicaraí Jeane Silva, explicou à luz da lei com seus artigos, tudo sobre BPC, Jeane ainda disse que o BPC não é aposentadoria e sim um benefício assistencial, pois para o benefício não há contribuinte, e os alcançados recebem um salário mínimo, ainda disse Jeane, que, uma família para ter direito ao BPC, tem que a renda familiar dividida pelos membros da família, que vivem sob o mesmo teto, ser inferior a ¼ (um quarto) do salário mínimo em vigor, ainda disse a gerente do INSS, que, é preciso saber que os moradores de Rua também têm direito ao BPC, assim como os portadores de deficiência tem que comprovar que tem a deficiência por no mínimo dois anos.  “É incrível como ainda existe em Ibicaraí, terceiros que se intitulam aposentadores, e, e ficam por ai ludibriando e atrapalhando mesmo às pessoas de adquirirem seus direitos”. Disse Jeane Silva gerente do INSS de Ibicaraí.


  O assistente social Eduardo Júnior, falou da responsabilidade de se fazer assistência social, ainda falou da importância do CRAS, da Casa da Bolsa Família e do CREAS, o assistente social disse que por meio do CRAS tem como se anular os “atravessadores” de programas sociais, “é preciso haver uma união verdadeira entre o INSS, CRAS, CREAS e o povo, pois só assim podemos acabar com os “atravessadores”“.  Disse o assistente social Eduardo Júnior

Nenhum comentário:

Postar um comentário

BAHIA- Bolsa Presença injeta mais de R$ 215 milhões na economia baiana, no primeiro semestre de 2024

  Secom  - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia Além de reforçar a segurança alimentar das famílias dos estudantes da rede es...