EM CASA

EM CASA

DAHIANA DIVULGAÇÃO

DAHIANA DIVULGAÇÃO

ADAUTO NASCIMENTO

ADAUTO NASCIMENTO

quarta-feira, 28 de abril de 2021

BARRO PRETO - Prefeitura realizou o pagamento dos salários de abril /2021 para todos os servidores

 


FONTE ASCOM BARRO PRETO

Nesta quarta-feira (28), a Prefeitura Municipal de Barro Preto realizou o pagamento integral dos salários de abril/2021.

 Desta forma, O prefeito Juraci da Saúde dá início ao cumprimento de uma das suas principais metas; o pagamento dos salários dentro do mês trabalhado.

terça-feira, 27 de abril de 2021

Empresária consegue poços artesianos para a zona rural de Firmino Alves

 


 

ASCOM LUDIMILLA GUERRA

A empresária e candidata ao executivo municipal de Firmino Alves em 2020, Ludimilla Guerra, filha do ex-prefeito Vaílson Cunha, mesmo sendo derrotada no último pleito eleitoral, continuou buscando melhorias para município e cumpriu um dos seus compromissos de campanha, trazendo poços artesianos para a zona rural.

Ludimilla conseguiu no segundo semestre do ano passado quatro poços artesianos para a zona rural de Firmino Alves, através dos deputados Tiago Correia (Estadual) e Adolfo Viana (Federal), via Ministério do Desenvolvimento Regional, através Departamento Nacional de Obras Contra as Secas e a Coordenadoria Estadual na Bahia - CEST-BA. Os poços foram perfurados na última semana.



Segundo a empresária o motivo da demora foram os trâmites legais e a necessidade da propriedade rural está em dia com toda a documentação, além dos impostos (como o ITR) que precisam estar pagos, pois não é só a perfuração do poço. O local beneficiado ganha ainda placas solares, caixa de luz com bateria, caixa d’água de 5 mil litros e cerca. Ludimilla disse que dos quatros poços furados, apenas o da Roça Comunitária em Itaiá não deu água.



“Conheço bem Firmino Alves e quando fui secretária de Saúde (1997/2004) ouvia a população rural que falava do problema da falta de água em determinadas regiões rurais. No último pleito eu me comprometi em pedir aos meus deputados Tiago Correia e Adolfo Viana que conseguiram quatro poços e estão tentando mais quatro para beneficiar outras localidades. Melhorar a nossa zona rural e levar melhor qualidade de vida para nossos pequenos produtores é um compromisso que tenho firmado, independente de estar ou não na prefeitura. Estamos conseguindo os poços, mas não paro por aqui. Continuarei pedindo pelo meu povo”, disse Ludimilla Guerra.



“Vivemos em uma região de pouca água e o meu pai por muitos anos passava o dia carregando água em um jeguinho para não ver seus bichos morrerem de sede. Seu sonho foi ceifado naqueles dias difíceis, mas felizmente os dias difíceis ficaram para trás e foram vencidos! Hoje meu agradecimento em nome de todos vai para Ludimilla Guerra, que prometeu, lutou e trouxe um poço artesiano que beneficiará nossa região. Parabéns Lu, pela iniciativa e o gesto caridoso em trazer esse benefício. Um excelente trabalho foi realizado, a você e todos os responsáveis, nossos sinceros agradecimentos!” Disse Maria Karla Soares.


segunda-feira, 26 de abril de 2021

IBICARAÍ- Com apenas 8 anos, Pedro Leonardo é a nova estrela do Palmeiras e o segundo mais novo da história a assinar parceria com a Nike

 


Texto e foto por Alex Lopes

Se o sonho da maioria dos garotos de 08 anos é um dia ser reconhecido como um jogador profissional, esse dia chegou para Pedro Leonardo, de 8 anos, morador de Ibicaraí. 

Segundo informações do site UOL Esportes e de  Leandro Nunes, pai  do menino, o projeto do professor Betinho Damascena, em Ibicaraí, foi o pioneiro da história do garoto no futebol. O Boston City, filial da franquia norte-americana em Minas Gerais, foi  responsável pela descoberta do novo talento nacional, através do observador técnico Ademir Carvalho. 

Agora morando em São Paulo para  facilitar o  acesso aos novos parceiros, Karen Calazans  e Leandro, pais de Pedro, estão orgulhosos pela conquista. Falei com Leandro,  através do Whatsapp, e ele disse que Ibicaraí precisa de mais incentivo do poder público e privado para que outras crianças também realizem o sonho de jogar futebol profissional. 

"Então, Alex, antes da gente querer o nosso objetivo, primeiro tem que se perguntar se a criança é apaixonada pelo que faz, né isso? Desde novinho que a gente viu que ele é apaixonado pelo futebol...ele tem um dom. Eu no lugar de pai e a mãe no lugar de mãe, o que a gente pôde fazer foi dar incentivo e apoio para ele. A gente viu que ele tinha talento, aí as oportunidades foram aparecendo. Ibicaraí precisa de mais apoio do setor público e privado para que outras crianças realizem esse sonho também", disse Leandro Nunes. 

Devido às restrições impostas pela pandemia, Pedro ainda não está atuando no gramado palmeirense, porém os pais afirmam que o clube faz treinos on-line para manter o atleta atualizado. Pedro Leonardo é neto de Madalena, um talento do futebol ibicaraiense.

Foto: Alex Lopes-  Tirada  em uma partida de futebol em Floresta Azul. Imagem autorizada pela mãe de Pedro, Karen Calazans.

quinta-feira, 22 de abril de 2021

Prefeitura de Barro Preto cumpre mais uma promessa de campanha e coloca em pleno funcionamento o Centro de Fisioterapia



Fonte ASCOM Barro Preto 

O Centro de Fisioterapia é um local para o tratamento e reabilitação física de munícipes de Barro Preto e conta com profissionais capacitados e um tratamento totalmente humanizado, que permitirá trazer mais comodidade a quem precisa desse tipo de serviço, sem precisar se deslocar a municípios vizinhos e ainda aumentando o número de atendimento para essa demanda. Com mais esse espaço, será possível fortalecer a saúde pública para melhorar o atendimento a saúde na cidade.



Usuários aprovam as novas instalações do Centro de Fisioterapia

“Ficou muito bonito. A gente precisava disso, de um espaço com mais conforto”, disse uma usuária.
“Barro preto está de parabéns por receber um lugar tão aconchegante como este. A cidade ganha e a gente ganha também”, comenta uma outra paciente.
De acordo com o prefeito Juraci da Saúde, nesse novo espaço os pacientes terão um atendimento mais humano, uma vez que o ambiente foi preparado pensando em criar condições para diminuir a fila de espera. "Temos conhecimento da crise que o país passa e que tem afetado as menores cidades, mas, juntos, vamos trabalhar para ter um município melhor para nossa gente”, finalizou o prefeito Juraci.

domingo, 18 de abril de 2021

Centro Administrativo é inaugurado no aniversário da cidade de Barro Preto

 


Fonte Bahia Extra

Os moradores, mas precisamente os servidores municipais, ganharam um grande pre
sente no aniversário da cidade de Barro Preto, que completou 59 anos de emancipação político-administrativa.

O prefeito Juraci da Saúde discursando durante inauguração do centro Administrativo

O aniversário da cidade de Barro Preto, comemorado na manhã deste sábado, dia 17 de abril, foi a data escolhida pelo prefeito Juraci Dias de Jesus para inaugurar o Centro Administrativo da prefeitura. A nova sede homenageia o ex-prefeito José Bomfim Santos (in memoriam).
A inauguração contou com a presença dos vereadores, secretários municipais, servidores municipais e moradores, também participaram da solenidade de inauguração o prefeito de Itajuípe, Marcone Amaral (presidente da Associação de Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste Baiano – AMURC), e o prefeito de Coaraci, Jadson Albano, acompanhado do seu vice Miltinho.
Antes do corte da fita e do descerramento da placa, ocorreram as explanações, todas, sem exceção, cumprimentavam o prefeito Juraci da Saúde pela coragem e realização deste sonho dos servidores públicos e de toda comunidade barropretense.
O prefeito de Itajuípe, Marcone Amaral, falou da honra de estar participando da solenidade e parabenizou o novo espaço que melhorará a vida do cidadão.
Juraci da Saúde agradeceu o empenho de todos para que a obra se tornasse realidade. “Com certeza é um momento histórico para Barro Preto. Entregar este moderno Centro Administrativo, que possibilita melhores condições de trabalho aos servidores e de atendimento ao público, me alegra muito. Isso mostra valorização aos servidores que terão um lugar adequando para trabalhar com conforto e agilidade no atendimento à população por meio de secretarias ”, falou Juraci.


sábado, 10 de abril de 2021

Academia Grapiúna de Letras (AGRAL) comemora aniversário de 10 anos

 


Por Vercil Rodrigues 


Como comemoração de 10 anos de fundação da Academia Grapiúna de Letras (AGRAL), a recém empossada diretoria, eleita em 25/3, promoveu no último domingo, dia 4/4 – data de sua instituição – das 10 às 11 horas, na plataforma Google Meet, em função da inviabilidade presencial, por causa das medidas restritivas acerca de distanciamento social, face à Pandemia Coronavírus (Covid – 19), reunião virtual.

A reunião extraordinária, comemorativa aos 10 anos da fundação da AGRAL, primeira academia dessa natureza na cidade de Itabuna, foi conduzida pelo presidente Samuel Leandro Oliveira de Mattos, que agradeceu a presença dos confrades e convidados, declarando que o motivo da reunião é fruto do ideal, da dedicação, do esforço dos pioneiros, que conceberam a ideia de uma academia de letras, em 2011, para cultivar a língua, a cultura, as artes, a literatura e seus literatos, que são muitos.

O presidente da AGRAL, disse ainda: “Esta região sulbaiana é uma das únicas do país que tem uma literatura própria. Disse que traços artístico-literários que temos aqui, fruto da Civilização do Cacau, fruto da Cultura Cacaueira, nos fizeram únicos. E que, por sua vez, Sosígenes Costa, Adonias Filho, Euclides Neto, Jorge Amado, dentre outros, trataram de divulgá-lo mundo afora”.

Na oportunidade, Samuel Leandro fez uma homenagem aos confrades-fundadores: Ivann Krebs Montenegro, Cadeira 10, o primeiro presidente da “Casa das Letras Sulbaiana”, o acadêmico Vercil Rodrigues, Cadeira 1; Washington Cerqueira, Cadeira 3; Antônio Costa (in memoriam), Cadeira 8; Jorge Carrilho, Cadeira 7; José Carlos Oliveira, Cadeira 4 e Ramiro Aquino, Cadeira 9, presidente de 2019/201. E ainda, agradeceu aos membros da AGRAL pela confiança nele depositada, para que leve à frente o ideal, o sonho e o trabalho dos que o antecederam, e logo em seguida apresentou os acadêmicos/acadêmicas que formam a sua equipe de trabalho para o biênio 2021/2023.

E mais, apresentou propostas estreitar os laços com a Universidade Estadual de Santa Cruz, junto ao Curso de Especialização em Gestão Cultural, o Núcleo de Artes da UESC, ao Núcleo de Estudos Afrobaianos (Kàwé), ao Museu Vitrine das Artes Visuais e ao PROLER, bem como de estreitar laços com a Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC), academias de letras coirmãs, além de interagir diretamente com a educação básica do município de Itabuna, no intuito de promover, com apoio da iniciativa privada local concurso literário.

Em continuidade a emocionante e fraterna reunião, deu-se o lançamento do livro intitulado “Poemas não Dormem” da confreira Zélia Possidônio e declamação de poesias pelo confrade Jailton Alves e pela convidada Wynnie Possidônio.

Na segunda-feira, 5/4, às 18 horas na Catedral São José, centro de Itabuna, como parte da comemoração dos 10 anos, aconteceu com as presenças de acadêmicos e convidados, uma missa de agradecimentos pelo aniversário de fundação e vida da AGRAL.

quinta-feira, 8 de abril de 2021

Barro Preto – Prefeitura por meio da Secretaria de Saúde firmou importante parceria com a COELBA

 


FONTE ASCOM Barro Preto


Nesta quinta-feira (08), a Secretaria Municipal de Saúde recebeu da concessionária de energia COELBA, uma câmara conservadora para armazenamento de vacinas.

Esta câmara conservadora será de grande valia para a secretaria municipal de Saúde, principalmente, neste momento de intenso combate a pandemia do covid-19. Pois com o reforço deste equipamento, o município passa a ter condições de armazenar um número maior de vacinas para atender a comunidade.

O prefeito Juraci da Saúde acompanhado da secretária de Saúde Jaqueline Mota e da coordenadora de Atenção Básica Ana Paula, fez o recebimento da câmara conservadora.

“Estamos recebendo este Importante equipamento, fruto de uma grande parceria com a COELBA, parceria esta que tem gerado grandes resultados. Temos seguido à risca a orientação do prefeito Juraci que é fazer a coisa pública acontecer com muita responsabilidade,” disse a enfermeira e Secretária de Saúde Jaqueline Mota.

O prefeito Juraci relatou, “desde o momento que nos elegemos, juntamente com nossa equipe, temos buscado parcerias para ajudar a dar conta das demandas da nossa amada Barro Preto. Aceitamos esta empreitada de ser prefeito, com um mandato literalmente em prol do anseio popular, mas gerindo a coisa pública com muita responsabilidade. Faremos uma administração para reconstruir a nossa cidade de Barro Preto e para isso iremos precisar de toda ajuda possível,” finalizou o prefeito Juraci.

 

domingo, 4 de abril de 2021

Precisamos de menos ‘datas comerciais’ e mais ações em favor da humanidade

 


 

Por Arnold Coelho

Feliz Domingo de Páscoa! Acredito que essa será uma das muitas frases que ouviremos durante todo o dia. É um dos muitos clichês que usamos para demonstrar toda a nossa fé cristã. A Semana Santa, que teve início no Domingo de Ramos com a chegada de Cristo em Jerusalém, termina hoje com o Domingo de Páscoa. Esse período de oito dias nos remete à paixão, a morte e a ressurreição de Jesus Cristo.


O que me deixa triste com o homem cristão é a necessidade de levar vantagem em tudo, até em um momento de fé. Durante o período de Semana Santa o comércio de flores, alimentos e mais recentemente o de ovos de páscoa aquece suas vendas. A semana é de fé, mas o Homo sapiens não perde tempo e termina comercializando as datas. Imaginem que na ressurreição de Cristo o homem conseguiu colocar um coelhinho na ‘história’, guloseimas de chocolate em forma de ovos para ganhar dinheiro em mais um dia santo.

Quero aqui deixar bem claro que sou Cristão e tenho sim Cristo como o meu Salvador, mas vejo que o homem ocidental banalizou datas importantes no intuito de faturar, vendendo flores, alimentos e guloseimas, comercializando um momento triste da história da humanidade. É bom que se diga que a Sexta-feira Santa é um momento de reflexão. Cristo foi espancado, crucificado e morto. A ressurreição só aconteceu no domingo. Foram dias de muita tristeza, reflexão e fé.

Eu particularmente acho que a mensagem deixada por Cristo foi de Amor, Fé e Esperança com o próximo. Ele morreu por nós. Fico aqui imaginando se o seu pai morresse por você, qual seria o seu sentimento e o que você faria na data da morte dessa pessoa que morreu para te salvar? Com certeza não teria comemoração com um banquete regado a vinho e ovos de chocolate de sobremesa

A AGRAL objetiva “o cultivo da língua e da literatura brasileiras, a preservação da memória cultural nacional, com destaque para Itabuna e para a Bahia

 

Samuel Leandro Oliveira de Matospresidente Academia Grapiúna de Letras (AGRAL)

Por Vercil Rodrigues 

Entrevista com o recém-empossado presidente Academia Grapiúna de Letras (AGRAL), a primeira a ser fundada na cidade de Itabuna e que completa 10 anos de existência no dia 4 de abril, Samuel Leandro Oliveira de Mattos.


            Nessa entrevista Samuel Leandro Oliveira de Matos, que é Mestre em Cultura & Turismo, professor do Departamento de Letras e Artes (DLA) da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), poeta e autor da obra: “Música na Rua e Outro Poemas” (Editus, 2014), foi eleito presidente no fim do mês de março para suceder o jornalista Ramiro Aquino.

 

 

Quando e quem foram os fundadores da Academia Grapiúna de Letras (AGRAL)?

 

SAMUEL LEANDRO – A AGRAL foi fundada em 4 de abril de 2011, portanto, a 10 anos. Os fundadores, pioneiros, que também compuseram historicamente a sua primeira diretoria foram: Ivan Krebs Montenegro (Presidente, Cadeira 10), Vercil Rodrigues (Vice-Presidente, Cadeira 1), Washington Farias de Cerqueira (Secretário Geral, Cadeira 3), Antônio da Silva Costa (Tesoureiro, Cadeira 8), Jorge Ribeiro Carrilho (2º Tesoureiro, Cadeira 7), Ramiro Nunes de Aquino (Diretor de Eventos, Cadeira 9) e José Carlos Oliveira (Diretor de Biblioteca, Cadeira 4).

 

Quais são os objetivos e finalidades da Academia Grapiúna de Letras (AGRAL)?

 

SAMUEL LEANDRO – A AGRAL objetivao cultivo da língua e da literatura brasileiras, a preservação da memória cultural nacional, com destaque para Itabuna e para a Bahia, e o amparo e estímulo às manifestações da mesma natureza, inclusive nas áreas das ciências e das artes”. Isso significa promover ações de difusão de obras e autores, estimular novos escritores junto a escolas, realizar ações de valorização da língua, da literatura e dos literatos brasileiros, particularmente os baianos e sulbaianos.

 

 

Quais foram as ações desenvolvidas nesses 10 anos da AGRAL que merecem destaques?

 

SAMUEL LEANDRO – Gostaria muito que o Ivann Krebs Montenegro, nosso Presidente Emérito pudesse responder a esta pergunta. Ele, pois, saberia, como ninguém, elencar as atividades desenvolvidas nesse período. Igualmente, o jornalista Ramiro Aquino o faria como muito mais detalhes do que eu. Em todo caso, destaco eventos realizados no objetivo de promover a literatura, o teatro, a música e outras artes: Celebração sobre a “Amizade na vida e na obra de Vinicius de Moraes”, apresentações da Rapsódia Grapiúna, pela sua própria autora, a Professora e Confreira Zélia Lessa; recitais de poesia; visitas a locais de valor histórico-cultural, a exemplo da Casa Jorge Amado (em Ferradas, seu local de nascimento); participações em eventos de academias coirmãs, dentre outras ações. Observo também que, nas reuniões regulares da AGRAL, há um constante compartilhamento de informações e saberes diversos. Há declamações, palestras etc. de modo que os confrades e confreiras simultaneamente ensinam e aprendem.

 

Quais são os critérios para ser aceito como imortal da AGRAL? E se existe alguma cadeira vaga atualmente?

 

SAMUEL LEANDRO – Os critérios são os seguintes: “intelectuais que tenham publicado trabalhos em quaisquer meios escritos de informação pública ou eminentemente cultural em qualquer dos gêneros de literatura, ou obra científica ou artística de valor cultural e prioritariamente de valor literário”.

 

Quanto a vagas, sim, há. Há quatro cadeiras a serem ocupadas, em função do passamento de acadêmicos, quais sejam: Cadeira de nº 6, cujo patrono é José Haroldo Castro Vieira (antes ocupada Professor Antônio da Silva Costa); a de nº 10, cujo patrono é Afrânio Peixoto (antes ocupada pela Professora Agenilda Palmeira); a de nº 13, cujo patrono é Anísio Teixeira (antes ocupada por Dom Ceslau Stanula) e a de nº 27, cujo patrono é Luiz Gama (antes ocupada pelo Professor Odilon Pinto). Há, ainda, outras três, nunca antes ocupadas: a de nº 38, da patronesse Valdelice Soares Pinheiro, a 39, do patrono Waly Oliveira Lima e a de nº 40, do patrono Wilson Lins. Portanto, ao todo, há 7 vagas.

 

A AGRAL aceita como membro de seu quadro intelectual de outras cidades e/ou regiões?

 

Sim. O nosso estatuto prevê a membresia de 20 acadêmicos correspondentes, que podem ser oriundos de qualquer parte do país ou do exterior.

 

Quais são os endereços físico e/ou virtual e telefone (s) de contato (s) da AGRAL?

 

SAMUEL LEANDRO – O endereço da AGRAL é a Rua São Vicente de Paula, s/n, Centro de Itabuna-Ba, CEP nº45600-105, onde fica a Sala Zélia Lessa, local inicial das nossas reuniões. 

 

Como anda o blog da AGRAL http://blogdaagral.blogspot.com/2012/09/academia-grapiuna-de-letras-e-sociedade.html que foi criação do confrade Ari Rodrigues Filho, então Diretor de Eventos da “Casa das Letras Grapíúna?

 

SAMUEL LEANDRO – Essa foi uma importante iniciativa do confrade Ari Rodrigues. Todavia, entendo que não é fácil “alimentar” constantemente um blog, de modo que seja atual, informativo, que seja uma pronta referência, em tempo real, a uma instituição. Certamente nos seja menos trabalhoso e mais eficaz investir nas redes sociais mais usadas no momento, sobretudo Facebook e Instagram. Em todo caso, este é um assunto a ser discutido diretamente com a Diretoria de Relações Públicas, o que ocorrerá em breve.

 

Além do senhor como presidente da AGRAL, quais são os demais membros da atual diretoria e suas funções?

 

SAMUEL LEANDRO – O novo grupo gestor é assim formado: Ivann Krebs Montenegro (Presidente Emérito), Samuel Leandro Oliveira de Mattos (Presidente), Jailton Alves de Oliveira (Vice-Presidente), Zélia Possidônio dos Santos (Secretária), Jairo Xavier Filho (2º Secretário), Paulo Sérgio Bomfim (Tesoureiro), Ramiro Soares de Aquino (2º Tesoureiro), Jailton Alves de Oliveira (Diretor de Eventos), Eglê Santos Machado (Vice-Diretora de Eventos), Vercil Rodrigues (Diretor de Relações Públicas), Ari Rodrigues Filho (Vice-Diretor de Relações Públicas), Lilian Lima Pereira (Diretora de Revista, Biblioteca e Arquivo) e Paulo Lima (Vice-Diretor de Revista, Biblioteca e Arquivo).

 

Quais são as propostas dessa gestão para o biênio 2021-2023?

 

SAMUEL LEANDRO – As principais propostas são as seguintes: a) Estímulo à produção literária grapiúna, sobretudo junto a alunos de escolas públicas; b) Realização de concurso literário com patrocínio de empresas locais/regionais; c) Publicações dos próprios acadêmicos acerca dos seus respectivos patronos e patronesses; d) Realizar seminários, para a comunidade interna e externa, sobre livro, literatura e produção literária; e) Outras ações afins.

 

A AGRAL desenvolve parcerias com outras instituições da cidade e/ou região e/ou pretende realizar?

 

SAMUEL LEANDRO – Sim, a AGRAL, desde o seu nascimento, mantém parceria com a Loja Maçônica 28 de Julho, com o Lions Clube, com a Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC), dentre outras entidades.

Doravante, pretendemos também estreitar laços com a Universidade Estadual de Santa Cruz (instituição na qual leciono), particularmente com o Curso de Especialização em Gestão Cultural (pós-graduação lato sensu), com o Núcleo de Artes da UESC (NAU, do Departamento de Letras e Artes), com o Museu-Vitrine das Artes Visuais, com o Programa Nacional de Incentivo à Leitura (PROLER), dentre outras instâncias da Universidade.

Outra pretensão é intensificar o relacionamento com a imprensa regional (sites, blogs, jornais, TVs e rádios), além das academias coirmãs, principalmente: Academia de Letra de Itabuna (ALITA), Academia de Letras Jurídicas do Sul da Bahia (ALJUSBA), Academia de Letras de Ilhéus, dentre outras.

 

 

Suas considerações finais.

 

SAMUEL LEANDRO – Entendo que o compromisso que ora assumo me seja uma importante oportunidade para aquisição de conhecimentos e experiências, quanto ao desenvolvimento humano, como um todo. Na UESC, ao longo de 11 anos, exerci vários cargos administrativos, através dos quais muito aprendi. Na AGRAL, igualmente, creio que ocorra o mesmo. Será mais uma etapa de realização. Inclusive, sou grato aos meus pares, acadêmicos, pela confiança em mim depositada. Assim, espelhado nos que me antecederam, e a olhar para o futuro, pretendo levar adiante o ideal de uma academia de letras sulbaiana, pela cultura e literatura regionais. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...