EM CASA

EM CASA

DAHIANA DIVULGAÇÃO

DAHIANA DIVULGAÇÃO

ADAUTO NASCIMENTO

ADAUTO NASCIMENTO

quarta-feira, 30 de maio de 2018

Vídeo mostra grupo impedindo população de abastecer em posto de gasolina em Mineiros


Um vídeo feito por telespectadores da TV Anhanguera mostra o momento em que um grupo, favorável à greve dos caminhoneiros, impede a população de abastecer em posto de gasolina em Mineiros, na região sudoeste de Goiás. As imagens mostram quando policiais militares chegam ao estabelecimento e fecham local para barrar confusão (assista acima);

As imagens mostram uma multidão ao redor do posto, que fica na Avenida Antônio Carlos Paniago, no Setor Centro Oeste, em Mineiros. A gravação foi feita no momento em que os militares protegiam as bombas de combustíveis, impedindo que grupos entrassem em confronto dentro do posto.

À TV Anhanguera, o dono do estabelecimento informou que recebeu 40 mil litros de etanol, diesel e gasolina, mas não vai comercializá-los por medo de sofrer retaliação. O G1 tentou contato às 9h, por telefone, com a administração do posto de combustíveis, mas as ligações não foram atendidas até a publicação desta reportagem.

O caso ocorreu na noite de terça-feira (29). Segundo apurou a TV Anhanguera, o posto havia ficado o dia inteiro sem combustíveis. Mesmo sem produtos para vender, uma fila de motoristas foi se formando na porta do local. À noite, quando a gasolina chegou ao local, a população começou a abastecer.

No entanto, um grupo de moradores da cidade, favoráveis à paralisação dos caminhoneiros, foi até o local e impediu a população de abastecer. A Polícia Militar foi acionada, conteve o conflito e, segundo a corporação, ninguém ficou ferido ou precisou ser detido.
O estabelecimento foi fechado após a confusão.
Imagens mostram momento em que posto foi fechado pela polícia, em Mineiros (Foto: TV Anhanguera/Reprodução)
Imagens mostram momento em que posto foi fechado pela polícia, em Mineiros (Foto: TV Anhanguera/Reprodução)

10 dias de greve
A greve de caminhoneiros contra a alta do diesel completa 10 dias, nesta quarta-feira (30), e deixa Goiás sem abastecimento de gás de cozinha e com problemas na distribuição de combustível. Por conta da paralisação, o abastecimento de alimentos está comprometido, esvaziando prateleiras de supermercados e fazendo com que alguns supermercados fechassem as portas.


Greve de caminhoneiros entra no 10º dia; forças de segurança fazem ação contra manifestantes, mas protestos seguem


Caminhoneiros continuam fazendo protestos em rodovias do país nesta quarta-feira (30), o 10º dia da greve. Há atos em pelo menos 16 estados: Alagoas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Rondônia, Santa Catarina e São Paulo.

·         Acompanhe em tempo real
Equipes garantem a passagem de caminhões na via Dutra (Foto: Michele Sampaio/TV Vanguarda)
Equipes garantem a passagem de caminhões na via Dutra (Foto: Michele Sampaio/TV Vanguarda)

Em alguns estados, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e as Forças Armadas desbloquearam trechos ocupados por caminhoneiros, como PernambucoParaíbaMato Grosso, ParanáRoraima e São Paulo. Na Rodovia Dutra, entre as cidades de Jacareí e Taubaté também em Santa Isabel, no interior paulista, os policiais impedem que caminhões que queiram passar pelos bloqueios sejam barrados e também escoltam os que desejam abandonar o movimento.

Já no Rio Grande do Norte, caminhoneiros ainda estão sendo impedidos de transitar pela BR-101, em Parnamirim, cidade da Grande Natal. No Ceará, usuários das rodovias relatam bloqueios nas BRs 226, 222 e 020. Manifestantes estacionados às margens da rodovia estadual CE 155 não interditam vias, mas barram a saída de cargas do Porto do Pecém.
Para-brisas foi atingido pelas pedras (Foto: Reprodução/TV TEM)
Para-brisas foi atingido pelas pedras (Foto: Reprodução/TV TEM)

Um caminhoneiro teve o veículo apedrejado ao tentar passar pela Rodovia Marechal Rondon em Agudos, no interior de São Paulo, nesta manhã, segundo a Polícia Rodoviária. O caminhão transportava alimentos para uma fábrica de refrigerantes em Bauru e o ajudante do motorista ficou ferido. Na terça, um caminhoneiro foi agredido em Tocantins após furar um bloqueio na BR-153, em Miranorte.

Em Goiás, um grupo impediu a população de abastecer em um posto de gasolina em Mineiros e houve confusão.

O abastecimento de combustível começou a voltar ao normal em algumas cidades do país. Em Salvador, motoristas quase não encontram mais filas para abastecer. Em outras capitais, como Florianópolis e Recife, ainda há muita espera para chegar até a bomba de combustível. Em Porto Alegre, o tamanho das filas já era menor no início da manhã.

No Rio de Janeiro, as distribuidoras estão trabalhando normalmente, sem escolta ou comboio militar. Cerca de 15% dos postos da cidade do Rio foram atendidos na terça, mas a maioria já secou. A situação só deve voltar ao normal após o feriado. Em São Paulo, 12% dos postos receberam combustível ontem.

Em São José do Rio Preto (SP), caminhões-tanque estão entrando e saindo sem escolta policial da central de distribuição de combustíveis.

Nesta terça (29), o presidente Michel Temer afirmou que pode reexaminar a política de preços da Petrobras. Os frequentes e até diários reajustes nos preços dos combustíveis, decorrentes dessa política, estiveram entre os principais fatores que motivaram a greve dos caminhoneiros. Desde julho do ano passado, a Petrobras promove os reajustes com base na variação do dólar e dos preços do petróleo no mercado internacional.

A oferta de transporte público também continua dando sinais de melhora; veja abaixo.

Transporte público
·         Rio de Janeiro: BRT opera normalmente e ônibus comuns rodaram com 71% da frota.
·         São Paulo: 69% da frota circulava às 7h30.
Alimentos
No Rio de Janeiro, a oferta de hortaliças está se normalizando, mas alguns legumes, como batatas e cenouras, ainda são raros.

A Ceasa de Campinas opera com 40% do abastecimento nesta quarta, na terça era apenas 5% da capacidade total. Os preços, no entanto, continuam bem altos, a caixa de 20kg de tomate foi de R$ 60 para R$ 120 e a batata está sendo vendida por R$ 400, um saco de 50kg.

terça-feira, 29 de maio de 2018

Aulas de jiu-jitsu, para policiais militares, na 63 CIPM/Ibicaraí

ASCOM 63ª CIPM / Ibicaraí

O Jiu-Jítsu brasileiro ou Brazilian Jiu-Jítsu, é uma arte marcial de raiz japonesa que se utiliza, essencialmente, de golpes de alavancas, torções e pressões para levar um oponente ao chão e dominá-lo. Literalmente, jū em japonês significa “suavidade” e jutsu, “arte”, “técnica”. Daí seu sinônimo literal, “arte suave”. "A finalidade de sua criação se deu pelo fato de que, no campo de batalha ou durante qualquer enfrentamento, um samurai poderia acabar sem suas espadas ou lanças, necessitando, então, de um método de defesa sem armas.

 Como os golpes traumáticos não se mostravam suficientes nesse ambiente de luta, já que os samurais vestiam armaduras, as quedas e torções começaram a ganhar espaço pela sua eficiência". Assim como os SAMURAIS, os POLICIAIS MILITARES podem se deparar com situações em que os fundamentos do JIU-JITSU devam ser aplicados.

Por isso, a Policia Militar do Estado da Bahia têm estimulado a prática dessa arte marcial, genuinamente brasileira, de grande eficiência. A RONDESP SUL, por exemplo, foi a precursora na Organização do Campeonato de jiu-jítsu para Policiais Militares, fato  este que impulsionou a adesão da "Arte Suave" por parte de uma grande parte dos policiais. Hoje a 63 CIPM, no comando do Major Wesley Bomfim Siqueira, abraçando esta tendência, protagoniza a disponibilização de aulas de jiu-jítsu, na sede da Unidade Militar, de forma gratuita, para Policiais Militares. Na manhã de hoje , 29 de maio de 2018, após o treino matinal, foi servido um café da manhã, com a presença do Comandante da 63 CIPM.

“Nosso rumo, o Direito!
  Nossa meta, a justiça!

JUNTE-SE AO COMBATE!

DENUNCIE!



Tel/zap: (73)98233-3290

Grupo Escolar Ramiro Berbert de Castro finaliza mês das Mães com bela homenagem




ASCOM Ibicaraí

O Grupo Escolar Ramiro Berbert de Castro, situado na Rua A, s/n, no distrito da Salomeia, encerrou o mês de maio - mês que homenageia as mães - com uma linda festa nas dependências do prédio. Diversas homenagens foram feitas para as mães presentes. Apresentação de Balé, show musical com o cantor Osmar Barboza, apresentação teatral feita pelos alunos da escola, sorteio de brindes, vídeo homenageando as mães, palestra com o Pastor Juliano, da Igreja Adventista do Sétimo Dia. Ao meio-dia foi servido um delicioso caruru.
Estiveram presentes a ação a secretária municipal de Educação, Jailma Ferreira; a coordenadora pedagógica Dionei Cavalcante; a coordenadora do Programa Despertar, Nelízia Ferreira; a coordenadora local do PACTO/PNAIC, Lucimary Almeida; o assessor especial da prefeitura, Charles Novaes; o Chefe de Gabinente, José Alberone, representando o prefeito Lula Brandão (que estava em Brasília, na Marcha dos Prefeitos), professores, pais, mães, alunos e membros do Clube dos Desbravadores da Salomeia.
“O mês de maio representa muito para nós, que somos professoras, e, acima de tudo, mãe. É um mês de reverência e amor incondicional, o amor de mãe. Todas as escolas do município comemoram durante esse mês. Infelizmente a agenda do prefeito não permite que ele participe das festividades em todas as escolas. Nesse momento ele está em Brasília na Marcha dos Prefeitos, representando nossa cidade. O momento é de crise, mas não podemos deixar de prestar uma homenagem nessa data tão importante. Quero parabenizar a escola e a direção pela belíssima homenagemàs mamães da Salomeia”, disse a secretária Jailma Ferreira.

Equipe Gestora Grupo Escolar Ramiro Berbert de Castro
Diretora - Cristiana Conceição do Nascimento Silva
Vice-Diretora - Helenita do Carmo da Silva
Coord. Pedagógica Fundamental I - Roberta Monalisa de Azevedo Santos
Coord. Pedagógica Fundamental II - Jaciara Oliveira Borges
Coord. do Programa Novo Mais Educação - Eliete Sousa Pimentel

Falta combustível em 10 aeroportos do país, diz Infraero

Dez dos 54 aeroportos do Brasil administrados pela Infraero estão sem combustível nesta terça-feira (29).

Segundo a estatal, às 8h05 desta terça faltava querosene de aviação nos seguintes aeroportos:

·         São José dos Campos/SP
·         Uberlândia/MG
·         Campina Grande/PB
·         Juazeiro do Norte/CE
·         Aracaju/SE
·         Foz do Iguaçu/PR
·         Paulo Afonso/BA
·         Palmas/TO
·         Cuiabá/MT
·         Imperatriz/MA

Aeroportos continuam com dificuldade no abastecimento de aviões
Em comunicado, a Infraero disse que está em contato com órgãos públicos relacionados ao setor aéreo "para garantir a chegada dos caminhões com combustível de aviação aos aeroportos administrados pela empresa".

A estatal recomenda que os passageiros procurem suas companhias para consultar a situação de seus voos.

Voos cancelados
Dos 346 voos programados até às 9h nos aeroportos administrados pela Infraero, 28 tinham sido cancelados e 24 estavam com atraso.

A Latam informou que cancelou 8 voos nesta terça, mas disse que "a maior parte da sua operação" está dentro da normalidade. Os passageiros impactados pelos cancelamentos poderão remarcar os seus bilhetes sem custo, segundo a aérea.

Contatos das companhias aéreas:
LATAM: 4002-5700 e 0300 570 5700 (www.latam.com)
Gol: 0300 115 2121 e 0800 704 0465 (www.voegol.com.br)
Azul: 4003-1118 e 0800 887 1118 (www.voeazul.com.br)

Avianca: 4004-4040 e 0800-286-6543 (www.avianca.com.br)

Desemprego recua para 12,9% em abril e atinge 13,4 milhões de pessoas


O indice de desemprego no Brasil recuou para 12,9% no trimestre encerrado em abril. Isso significa que 13,4 milhões de pessoas estão desempregadas no país. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (29) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), por meio da pesquisa Pnad Contínua.

A taxa ficou um pouco abaixo da registrada no trimestre móvel encerrado em março, de 13,1%, voltando a cair após 3 altas consecutivas. O índice também ficou abaixo do registrado em igual trimestre móvel do ano passado, de 13,6%, quando havia 14 milhões de desempregados.

Na comparação com o trimestre de novembro de 2017 a janeiro de 2018 (12,2%), entretanto, a taxa de desocupação cresceu 0,7 ponto percentual.

A mediana das previsões em pesquisa da agência Reuters era de que a taxa ficaria em 13% no período.

Evolução da taxa de desemprego
Índice no trimestre móvel, em %
Fonte: IBGE

População ocupada cai quase 1 milhão em 3 meses
A população ocupada cresceu 1,7% na comparação anual, para 90,7 milhões de pessoas. Na comparaçãocom o trimestre encerrado em janeiro de 2018, entretanto, recuou 1,1%, uma diminuição de quase 1 milhão de pessoas.

Para o coordenador de Trabalho e Rendimento do IBGE, Cimar Azeredo, a redução da população ocupada mostra que o mercado não segurou os trabalhadores contratados temporariamente no final do ano. “A efetivação destas contratações não ocorreu”, destacou.
“Qualquer influência que possa afetar o cenário econômico vai refletir no mercado de trabalho”, acrescentou o pesquisador ao destacar a instabilidade política e a crise financeira pela qual passa o país, o que afasta investimento empresarial.

Nº de trabalhadores com carteira é o menor para o trimestre
O número de empregados com carteira de trabalho somou 32,7 milhões, uma redução de 557 mil pessoas ou de 1,7% no confronto com o trimestre de fevereiro a abril do ano passado. Trata-se do menor número para trimestres encerrados em abril de toda a série da pesquisa, iniciada em 2012. Na comparação com o trimestre encerrado em maio, entretanto, houve uma diminuição de 200 mil pessoas.

O número de empregados sem carteira de trabalho assinada atingiu 10,9 milhões de pessoas, o maior desde 2013. Em relação ao mesmo trimestre de 2017, houve alta de 6,3% (mais 647 mil pessoas).

A categoria dos trabalhadores por conta própria somou 23 milhões de pessoas, o maior número para trimestres encerrados em abril. Na comparação com o mesmo período do ano anterior, houve alta de 3,4%, ou 747 mil pessoas a mais.

Evolução do número de desempregados
Em número de desocupados no trimestre móvel
Fonte: IBGE

Renda estável

Segundo o IBGE, o rendimento médio real do trabalhador no trimestre encerrado em abril (R$ 2.182) ficou estável tanto frente ao trimestre anterior (R$ 2.185),como em relação ao mesmo trimestre do ano passado (R$ 2.165). A massa de rendimentos (R$ 193 bilhões) também ficou estável nas mesmas bases de comparação.

segunda-feira, 28 de maio de 2018

CRAS e SCFV realizam ações no Cajueiro Velho e Vila Emílio Isabel para Mães e integrantes do grupo da Terceira Idade



  

ASCOM Ibicaraí

A Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS), através do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) da Vila Emílio Isabel, juntamente com o Serviço de Convivência e fortalecimento de Vínculos (SCFV), organizou um encontro com o grupo da Terceira Idade e mães do CRAS da Vila na última quinta-feira, dia 24, nos dois períodos.
Pela manhã a ação aconteceu no distrito do Cajueiro Velho com uma palestra para as integrantes do grupo de mulheres da Terceira Idade. No período da tarde foi a vez do CRAS da Vila. A ação foi repleta de alegria e muita diversão com o grupo da terceira ou melhor idade. Na oportunidade foi comemorado também o Dia das Mães, além de uma palestra para as gestantes com a Fisioterapeuta Lucimara Souza
Segundo Joscielle Barbosa, Coordenadora do SCFV, “através do trabalho social desenvolvido com esses grupos é possível estimular a participação no contexto familiar e comunitário, refletindo sobre o processo de envelhecimento, a qualidade de vida e a valorização da própria vida. A administração União e Trabalho, através do prefeito Lula Brandão e da secretária de Assistência Social Alesandra Brandão, tem feito um excelente trabalho com o Social do município”, disse Joscielle.

Prefeitura de Ibicaraí recebe visita de técnicos do CDS-LS



ASCOM Ibicaraí

Aconteceu na manhã da última terça-feira, dia 22, na sala da Secretaria de Governo e Assuntos Institucionais da Prefeitura de Ibicaraí, uma reunião com a vice-prefeita Adriana Assis; a secretária de Agricultura e Meio Ambiente, Telma Elízia e os técnicos em Gestão de Meio Ambiente do Consórcio de Desenvolvimento Sustentável - Litoral Sul (CDS-LS), Camila Primitivo de Oliveira (Bióloga) e Lucius Flavius Ourives (Engenheiro Agrônomo). Estavam presentes também o diretor de Meio Ambiente, Cochise Assis, e o Biólogo da prefeitura Saulo Araújo.
A reunião foi para discutir a parceria do CDS-LS com os municípios consorciados, entre os quais está Ibicaraí, que tem recebido amplo apoio técnico e orientação dos profissionais do Consórcio. A parceria é feita de maneira a apoiar o processo de organização e ampliação da capacidade dos municípios para a gestão ambiental, além de realizar atividades de licenciamento ambiental e fazer a fiscalização ambiental educativa e explicativa. O CDS-LS também apoia os municípios para a adequação da estrutura exigida para o Sistema Municipal de Meio Ambiente - SISMUMA.
Segundo o Engenheiro Agrônomo Lucius Flavius, o CDS-LS é responsável, também, pela análise dos processos dos empreendimentos, a fim de emitir parecer técnico e posteriormente a Licença Ambiental. Lembrando que a exigência de licença ambiental é desde o nível federal, sendo competência concorrente por todos os entes federados: União, Estado, Distrito Federal e Município, sendo matéria contemplada na Carta Magna de 1988, além de normativas estaduais e municipais. 
Para a secretária de Agricultura, Telma Elízia, a parceria entre o Poder Público Municipal e o CDS-LS é de extrema importância para poder fazer valer a gestão ambiental, com a devida fiscalização, além do processo de implantação do licenciamento ambiental no município. “Hoje nossa secretaria já está emitindo licença ambiental para algumas empresas locais, o que tem gerado mais tributo para os cofres públicos do município”, disse a secretária.
Para o Biólogo Saulo Araújo as questões ambientais no município precisam ser colocadas como prioridade. “Apresentamos em março desse ano a versão preliminar do Plano Municipal de Resíduos Sólidos em uma Audiência Pública no plenário da Câmara. Estou concluindo o projeto, e iniciando o processo de implantação do PMRS no município. As questões ambientais no Brasil são demoradas. Precisamos avançar com mais rapidez. O CDS-LS e a sociedade civil organizada nos ajudar participando ativamente no processo de implantação do plano em Ibicaraí”, disse o Biólogo.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...