EM CASA

EM CASA

DAHIANA DIVULGAÇÃO

DAHIANA DIVULGAÇÃO

ADAUTO NASCIMENTO

ADAUTO NASCIMENTO

quinta-feira, 20 de março de 2014

Farmácia Municipal de Floresta Azul será informatizada para atendimento

 
Texto e fotos: Ascom Floresta Azul
 A Secretaria de Saúde de Floresta Azul se empenha para atender da melhor maneira possível os seus munícipes. Para facilitar o acesso do cidadão aos medicamentos considerados essenciais, a administração municipal, através da Secretaria Municipal de Saúde, disponibiliza à comunidade quatro postos de distribuição de medicamentos, sendo três na sede e um no distrito de Coquinhos.
A partir do ano de 2010, o município de Floresta azul passou a fazer parte do Sistema Integrado da Assistência Farmacêutica da Bahia (SIGAF), após a prefeita Dra. Sandra Cardoso autorizar o pagamento de uma dívida no valor de R$ 126 mil, deixada por gestões anteriores, para só então, os governos federal e estadual passarem a enviar uma cota trimestral de R$ 19.700,00 . A prefeitura de Floresta Azul complementa esses valores com uma cota de R$ 5.300 mil, sendo R$ 1.600,00  com gasto com o frete de um veículo adequado para ir a Salvador buscar os medicamentos, e R$ 2.300,00  em complementação ao estoque da Farmácia Central.
O Farmacêutico e Bioquímico, Osman Luiz, assegura que a Farmácia do Posto de Saúde Central é um diferencial positivo criado nessa administração no desenvolvimento da Saúde de Floresta Azul. “De baixa a média complexidade, todo medicamento que o paciente precisar, a nossa farmácia procura disponibilizar, pois temos 61 medicamentos básicos distribuídos nos postos e 28 medicamentos controlados, que são distribuídos no posto do hospital e alguns medicamentos específicos sendo distribuídos nos demais postos, contemplando alguns programas como Hiperdia, planejamento familiar, além de medicamentos emergenciais que são adquiridos com recursos próprios, ficando bem acima da contrapartida devida pelo município.
O município está bem servido de medicamentos, chegamos à disponibilização elevada, bem acima da média. Em 2011 tínhamos em estoque uma média mensal de R$ 30 mil reais, e hoje dispomos de R$ 95 mil reais em medicamentos”.
A secretária Domilene Borges disse que a Farmácia do Posto de Saúde Central  é uma das prioridades da Secretaria de Saúde: “Conservar nossa farmácia e procurar melhorar a cada dia esse serviço, é uma de nossas metas. Estamos também  informatizando os postos da cidade e iremos inaugurar até o final do mês de abril o sistema de informática Medcasa, que é um programa desenvolvido pela Sesab em parceria com o Ministério da Saúde. Esse programa irá beneficiar pacientes de baixa renda.
“Sou médica e tenho uma preocupação especial com a saúde do cidadão florestense. A Farmácia do Posto de Saúde Central é uma conquista nossa. Nosso compromisso é assegurar o acesso dos pacientes aos medicamentos que tanto necessitam. A informatização e o cadastro do paciente em nosso banco de dados vão contribuir para um melhor acompanhamento do seu estado de saúde, como também monitorar os portadores de doenças crônicas, como hipertensão e diabetes, que são assistidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS)”, disse a prefeita Dra. Sandra Cardoso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...