EM CASA

EM CASA

DAHIANA DIVULGAÇÃO

DAHIANA DIVULGAÇÃO

ADAUTO NASCIMENTO

ADAUTO NASCIMENTO

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Lideranças regionais articularam ações para o combate a seca


Fonte ASCOM da AMURC Viviane Cabral

Durante um encontro entre lideranças regionais do Poder Público e da sociedade civil organizada, na manhã desta segunda-feira, 14, na sede da Associação dos Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste Baiano – Amurc foi elaborado um documento que solicita do Governo do Estado e a União, o atendimento a algumas demandas emergenciais diante da estiagem prolongada que assola o Território Litoral Sul da Bahia e demais territórios.

As solicitações reproduzem o ofício enviado ainda no início do mês pelo presidente da Amurc, Lenildo Santana ao Governo do Estado, que relatou a escassez de água na região, tanto na zona urbana como rural. Dentre as políticas requeridas, foram destacas a necessidade de: bombardeamento das nuvens, que já está sendo executado em Ilhéus, a aquisição de carros-pipas e tanques, além de iniciativas a médio e longo prazo para a obtenção de cisternas e poços artesianos visando o armazenamento de água em maior quantidade.

Paralelo a essa iniciativa, o secretário de Agricultura e Meio Ambiente de Itabuna, Lanns Almeida reforçou a necessidade dos municípios decretarem Estado de Emergência, conforme a Legislação da Defesa Civil do Estado e a nível Nacional para que eles possam reivindicar junto ao Estado e a União os recursos necessários para a utilização de equipamentos e a solução de alguns problemas pontuais, a exemplo da perda da lavoura cacaueira e o aumento das queimadas na região.

O coordenador regional do Serviço Territorial de Apoio à Agricultura Familiar (Setaf), Marcos Souza revelou que alguns técnicos do setor, estão à disposição do comitê de combate a seca, e estarão elaborando um documento sobre algumas necessidades básicas imediatas. “Será feito um levantamento de tudo que está acontecendo para encaminhar ao Governo uma Nota Técnica informando sobre a realidade e as necessidades de cada município”.

Algumas ações já estão sendo realizadas em parceria do Instituto Pensar Cacau, produtores e a classe empresarial, que conseguiram a contratação da empresa ModClima, para a nucleação de nuvens no município de Ilhéus e no seu entorno. De acordo com coordenador do IPC, Águido Muniz a empresa já está operando na localidade e realizará 10 horas de vôo para incentivar ocorrência de chuvas. “Iremos nos empenhar para estender esse serviço para outros municípios que estão fora da área, mas para isso é necessário que as regiões se mobilizem em busca de recursos”.

Entidades
O documento de solicitação ao Estado foi assinado por representantes das seguintes entidades: Amurc; Prefeituras de Itabuna, Ilhéus, Pau Brasil, Uruçuca, Buerarema, Santa Luzia; Câmara de Vereadores de Itabuna; Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR); Assistência Técnica e Extensão Rural (BAHIATER), Serviço Territorial de Apoio à Agricultura Familiar (SETAF), Colegiado Territorial Litoral Sul da Bahia; Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB) do Governo Estadual; Comissão Executiva de Planejamento da Lavoura Cacaueira (CEPLAC); Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) do Governo federal.


Projeto de Assentamento Terra Vista; Movimento De Luta Pela Terra (MLT); Polimata Soluções Agrícolas e Ambientais; Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Itabuna; CDS/LS; CIMA; Instituto Pensar Cacau; Teia dos Povos; COOPAFS- Cooperativa da Agricultura Familiar e Economia Solidária do Sul da Bahia; Centrafesol; COOTEBA; Associação dos Pequenos Produtores e Posseiros da Roça do Povo; Inema; Projeto de Assentamento Alemita; Projeto de Assentamento Manoel Chinês; Uesc; Associação Ilha das Flores e Oca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...