EM CASA

EM CASA

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

II Encontro de Pequenos Produtores da Sub-Bacia do Ribeirão do Luxo


Texto: Arnold Coelho – Fotos: Antonio Lima

Aconteceu domingo (22), na sede da Fazenda Boa Sorte (região do Ribeirão do Luxo – Jacarandá), em Ibicaraí, o II Encontro de Pequenos Agricultores.  O encontro foi para discutir os rumos do programa Luz Para Todos naquela região, em especial o prédio onde encontra-se um tanque novo de resfriamento de leite (que só está dependendo da energia elétrica para funcionar). A ação tem o apoio do movimento Cacau Verde, na pessoa do ambientalista Antônio Carlos “Katende” e contou com a presença do presidente do Sindicato Rural, Sócrates Esteves; do advogado Valdivan Barros dos Santos; do vereador Flávio Ramos; de Antônio Lima, diretor do jornal e blog A Notícia, além de representantes da região do Luxo e Jacarandá.

Apesar da forte chuva que caiu em toda a região cacaueira na manhã de domingo (atrapalhando o encontro, pois muitos moradores  moram em áreas de difícil acesso na região do Jacarandá), representantes daquela comunidade rural e regiões vizinhas estiveram presentes com faixas de protestos. Da Fazenda Boa Sorte, foi feito uma visita até o prédio que guarda o tanque de resfriamento de leite (que não funciona por falta de energia). Na oportunidade foi discutido também  a questão da futura rodovia Ibicaraí-Coarací, que vai ajudar muito a vida dos agricultores que escoam a produção agrícola nas duas cidades co-irmãs.

Ficou definido que no dia 27 de janeiro de 2014 haverá um novo encontro, na escola do Jacarandá, onde haverá a presença maciça dos moradores da região para tentar sensibilizar  os órgãos competentes, em especial a Coelba, para tentar resolver o mais depressa possível a questão da energia elétrica naquela região e solucionar o problema do tanque de resfriamento de leite pois, conforme mostra fotos feitas no local, a rede elétrica passa por cima do prédio que guarda o tanque.

O proprietário da Fazenda Boa Sorte, Adilson, diz não entender o porquê da falta de energia no prédio da Associação Rural que guarda o tanque. “O mais difícil já foi feito, o prédio foi construído e o tanque está lá e a energia passa do lado. Não consigo entender o porquê de tanta dificuldade. A estrada e a energia passam dentro da minha fazenda e não consigo ter energia elétrica em casa. É muito triste toda essa situação”, disse Adilson.

O Ambientalista Antônio Carlos “Katende” espera que essas ações sirvam para alertar os órgãos competentes para a realidade do campo na região. “O homem do campo também precisa de energia elétrica. Falta tão pouco, a rede corta essa região e não atende os que aqui moram”, disse Katende.

O presidente do Sindicato Rural, Sócrates Esteves, deixou claro que vai pessoalmente à Salvador, na sede da Coelba, entregar nas mãos do diretor-geral um relatório mostrando a situação da região do Jacarandá. “Faremos um novo encontro no final de janeiro, mas antes irei à Salvador procurar uma solução para essa situação. Existe um prédio, um tanque e a energia passa ao lado, o que falta é muito pouco”, disse Sócrates.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...