EM CASA

EM CASA

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Fernando Bezerra Coelho poderá entregar o cargo a Dilma nesta sexta

Ministro da Integração Nacional pertence ao PSB, que saiu do Executivo.

Ministro de Portos deverá conversar com a presidente semana que vem.

Priscilla Mendes
Do G1, em Brasília
30 comentários
 O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, em 2012 (Foto: Valter Campanato/ABr)
O ministro da Integração, Fernando Bezerra Coelho,
em 2012 (Foto: Valter Campanato/ABr)
O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, poderá entregar seu cargo à presidente Dilma Rousseff nesta sexta-feira (27), cumprindo determinação de seu partido, o PSB, de deixar os postos que ocupa atualmente no governo federal.
De acordo com assessoria da pasta, há previsão de o encontro ocorrer à tarde, uma semana após Dilma ter pedido para que ele permanecesse no posto pelo menos até sua volta de Nova York.

Bezerra entregou sua carta de demissãono último dia 19, mas a presidente Dilma Rousseff pediu que ele permanecesse até seu retorno a Brasília. Ela viajou no domingo (22) para Nova York, onde participou da Assembleia-Geral das Nações Unidas, e chegou ao Brasil na madrugada desta quinta-feira (26).

O ministro da Secretaria Especial de Portos, Leonidas Cristino, também filiado ao PSB, deverá conversar com a presidente no início da próxima semana, segundo informou sua assessoria de imprensa.


A decisão do PSB foi oficializada na quarta passada (18), em reunião da comissão executiva do partido, comandada pelo presidente da legenda, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, por quem Bezerra foi indicado para o posto. O plano do PSB é lançar a candidatura presidencial de Campos no ano que vem, contra Dilma.Desde que o presidente nacional do PSB, governador de Pernambuco Eduardo Campos, entregou a Dilma todos os cargos que o partido ocupa na esfera federal, é esperada a saída de Bezerra e de Cristino. A assessoria de ambos, contudo, informa que desde então eles continuam trabalhando normalmente.

No segundo escalão do governo, o PSB também está a frente da Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco), da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) e da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...