sexta-feira, 27 de julho de 2012

Projeto registra recorde de baleias avistadas no litoral de Santa Catarina

Sobrevoo realizado pelo PBF na quinta-feira (27) registrou 62 animais.
Número é o maior em 15 anos, quando o monitoramento começou.

Géssica Valentini Do G1 SC

Projeto registra recorde de baleias avistadas no litoral de SC (Foto: Paulo Flores/ICMBio/PBF-Brasil) 
Projeto registra recorde de baleias avistadas no litoral de SC (Foto: Paulo Flores/ICMBio/PBF-Brasil)
Santa Catarina já registra recorde de baleias avistadas no litoral. Nas últimas semanas, turistas e moradores das praias catarinenses avistaram os animais próximos às praias e o Projeto Baleia Franca (PBF) realizou nesta quinta-feira (26) o primeiro sobrevoo para monitoramento de baleias-francas. Neste, 62 animais foram avistados somente no primeiro trajeto, de Imbituba a Passos de Torres. Foi o maior número em 15 anos, quando o monitoramento iniciou. 
“O último recorde de baleias-francas avistadas foi de 61 no trajeto completo em 2009. Esse ano fizemos um pouco mais da metade do trajeto e 62 animais foram avistados”, afirmou a Diretora de Pesquisa do Projeto, Karina Groch.
  •  
Duas baleias foram reconhecidas pelos pesquisadores (Foto: Paulo Flores/ICMBio/PBF-Brasil) 
Duas baleias foram reconhecidas pela equipe
(Foto: Paulo Flores/ICMBio/PBF-Brasil)
Segundo o PBF, das 62 baleias, 20 eram filhotes, possivelmente nascidos há poucos dias. Nesta sexta-feira (27), a equipe fará o trajeto nas praias com maior número de registros, de Imbituba a Paulo Lopes.
O analista ambiental do Centro Mamíferos Aquáticos/ICMBio, Dr. Paulo Flores, especialista em cetáceos, acompanha o monitoramento. Segundo ele, todas as baleias são registradas através de fotografia, o que permite a identificação individual. No primeiro sobrevoo, duas baleias foram identificadas. “Estamos tão familiarizados com elas que reconhecemos duas somente no olhar. Outras serão reconhecidas depois de analisar as fotos”, diz Paulo Flores.

De acordo com Karina, os sobrevoos são utilizados em diversas regiões do Brasil. No Nordeste, pesquisadores utilizam para identificação de baleias jubarte. No Sul, para monitoramento de toninhas, uma espécie de golfinho encontrado na região. Segundo ela, o monitoramento é importante para a realização de estudos de dinâmica populacional, quantidade de indivíduos e os hábitos, que são importantes para a proteção da espécie.

No litoral catarinense, três sobrevoos estão programados para a temporada reprodutiva: em julho, setembro e no início de novembro. A expectativa já para o segundo dia de monitoramento é que o número de baleias avistadas aumente consideravelmente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

BARRO PRETO - Juraci demonstra força e apoio do povo

    Com o fim do Primeiro Turno das eleições de 2022, o prefeito Juraci da Saúde mostra a sua força no município de Barro Preto. Mesmo c...