EM CASA

EM CASA

sexta-feira, 27 de julho de 2012

ANTT autoriza reajuste de 2,87% nas tarifas de ônibus 'semiurbanos'

Aumento vale a partir do dia 29 de julho, acrescentou ANTT.
Linha de ônibus 'semiurbano' tem extensão máxima de 75 Km.

Do G1, em Brasília
A Diretoria da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) autorizou um reajuste de 2,87% no preço das tarifas de transporte rodoviário "semiurbano" interestadual e internacional de passageiros a partir do próximo domingo (29), segundo a resolução 3.849, publicada no "Diário Oficial da União" desta sexta-feira (27).
A ANTT informou que a decisão foi tomada "considerando a necessidade de manter o equilíbrio econômico-financeiro das permissionárias e autorizatárias do transporte rodoviário semiurbano interestadual e internacional de passageiros". Com o aumento, o preço que o passageiro passará a pagar, por quilômetro, subiu para R$ R$ 0,070246.
Segundo a ANTT, o transporte interestadual e internacional "semiurbano" é caracterizado por linhas com extensão máxima de 75 quilômetros e que, ultrapassem os limites dos estados ou do Distrito Federal. "Este serviço tem características de transporte rodoviário urbano. O serviço semiurbano também pode ser do tipo internacional, quando ultrapassa as fronteiras do país", explicou.
Para as linhas interestaduais com mais de 75 quilômetros de extensão, já foi autorizado um reajuste, desde o início deste mês, de 2,77% nas tarifas.
Transporte rodoviário
De acordo com dados da ANTT, os serviços de transporte rodoviário interestadual e internacional de passageiros no Brasil são responsáveis por uma movimentação superior a 140 milhões de usuários por ano.
"O grau de importância desses serviços pode ser medido quando se observa que o transporte rodoviário por ônibus é a principal modalidade na movimentação coletiva de usuários, nas viagens de âmbito interestadual e internacional. Em 2008 o transporte rodoviário regular, em comparação ao aéreo, foi responsável por cerca de 71% do total dos deslocamentos interestaduais e internacionais de passageiros", informou a ANTT.
Segundo o órgão, sua participação na economia brasileira é "expressiva", assumindo um faturamento estimado anualmente em mais de R$ 3 bilhões.
"Atualmente são 16.640 ônibus habilitados para a prestação dos serviços regulares pelas empresas permissionárias e autorizatárias em regime especial. No transporte fretado são 22.870 veículos habilitados, que transportam anualmente mais de 11 milhões de passageiros e representam mais de R$ 734 milhões anuais em negócios para as empresas", acrescentou.
Pedágio da BR-116 e da ponte Rio-Niterói
A ANTT também autorizou nesta sexta-feira, por meio de resoluções publicadas no Diário Oficial, mudanças no preço dos pedágios da BR-116 (no trecho Rio-São Paulo), uma das principais rodovias brasileiras, que liga o Ceará ao Rio Grande do Sul, e da ponte Rio-Niterói. As alterações nos preços valem a partir do início de agosto.
Segundo a decisão da ANTT, a tarifa básica de pedágio da BR-116 terá um aumento de 5,3%, passando de R$ 9,60 para R$ 10,10 nas praças de pedágio de Moreira César, Itatiaia e Viúva Graça. Para a praça de pedágio de Jacareí, o reajuste será de 5,21%, subindo de R$ 4,20 para R$ 4,40, enquanto que, nas praças de Arujá, Guararema Norte e Guararema Sul, o preço passará de R$ 2,30 para R$ 2,50.
No caso da ponte Rio-Niterói, a tarifa básica de pedágio subirá de R$ 4,60 para R$ 4,90, com um acréscimo de 6,52%, para automóveis, caminhonetes e furgões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...