EM CASA

EM CASA

DAHIANA DIVULGAÇÃO

DAHIANA DIVULGAÇÃO

ADAUTO NASCIMENTO

ADAUTO NASCIMENTO

sábado, 22 de dezembro de 2012

Dona Canô pede e ganha vestido branco para deixar hospital, diz amigo

Matriarca dos Veloso teve alta de hospital na tarde desta sexta-feira (21).
Maria Bethânia acompanhou transferência da mãe, que passa bem.

Ingrid Maria Machado Do G1 BA

Dona Canô coloca turbante de rei mago e espera pelo cortejo do Terno Filhos do Sol, em Santo Amaro (BA) (Foto: Divulgação/Edgar de Souza) 
Dona Canô já conversa com familiares
(Foto: Divulgação/Edgar de Souza)
A matriarca da família Veloso, Dona Canô, já conversa com familiares, informou Edson Nascimento, amigo da família. Ele disse ao G1 que a mãe de Caetano Veloso e Maria Bethânia acordou no meio da noite desta sexta-feira (21) e conversou com amigos e familiares.

"Ela está bem, está lúcida, não está entubada. Está acomodada em um Home Care instalado no quarto dela. De lá ela vê os quadros e as fotografias, inclusive de Irmã Dulce", afirmou.
Ele contou ainda que antes de deixar o hospital na tarde desta sexta, ela pediu que fosse providenciado um vestido novo. "Ela é bastante vaidosa e pediu que comprassem um vestido novo, branco, que foi providenciado. É um vestido simples, branco, desses de senhora mesmo. Ela disse que não queria sair do hospital com 'roupa de hospital'".
Dona Canô deixou o Hospital São Rafael, em Salvador, na tarde desta sexta-feira e seguiu em uma ambulância e acompanhada da filha Mabel Veloso para Santo Amaro da Purificação, cidade localizada no Recôncavo Baiano e local onde reside. Maria Bethânia acompanhou a transferência da mãe em outro veículo e retornou para Salvador no início da noite. Segundo o amigo da família, o filho Caetano Veloso ainda não esteve na casa, mas já ligou para saber o estado de saúde da mãe.
"Assim que ela chegou ela foi instalada no quarto e deu uma cochilada. Ela acordou no meio da noite e ficou feliz em saber que muita gente está fazendo orações por ela. Assim que a ambulância parou na porta da casa, muita gente chegou perto para mandar mensagens positivas. Ela está feliz com isso. O telefone não para, parece uma banda. Quando não é o telefone da casa é o celular de alguém da família", disse Nascimento.
Nascimento revelou ainda que todo cuidado com a matriarca dos Veloso está sendo tomado. "O esquema está montado. As três enfermeiras que já cuidavam dela continuam lá e mais um técnico do Home Care está acompanhando ela. Ela não está comento todo tipo de comida, está com uma dieta bem leve", disse.
Dona Canô em Maria Bethânia em 2008 (Foto: Edgar de Souza/ADI/Divulgação) 
Maria Bethânia acompanhou a transferência da
mãe (Foto: Edgar de Souza/ADI/Divulgação)
No início da tarde, Rodrigo Veloso, disse ao G1 que estava organizando e limpando a residência de Santo Amaro para receber Dona Canô. Ele informou que a família permanece unida e vai passar o Natal e m Santo Amaro, mas que as visitas de pessoas que não são próximas estão suspensas. "Ela chegou bem, está no home care. Os médicos acharam melhor ela vir logo, aproveitar a melhora. Bethânia já está aqui, falta Caetano e Roberto. Vamos passar o Natal todos juntos, com fé em Deus", disse.
Boletim Médico
No fim da tarde desta sexta, o Hospital São Rafael emitiu um boletim médico informando que a paciente atingiu um estágio de "estabilidade hemodinâmica e respiratória minimamente satisfatório para garantir a alta hospitalar. Confira na íntegra, nota do hospital.
A paciente Claudionor Velloso, nossa querida D. Canô, atingiu um estágio de estabilidade hemodinâmica e respiratória minimamente satisfatório para garantir a alta hospitalar para assistência domiciliar com cuidados avançados.

Vale salientar, que a idade avançada da paciente e a sua significativa restrição pulmonar e neurológica trazem para ela uma grande limitação funcional, entretanto, o maior desejo de D. Canô é passar este momento da sua vida no seu ambiente familiar. De modo consciente e  uníssono,  a família optou por realizar esse desejo e as equipes técnica e diretiva do Hospital São Rafael só têm que ajudá-los a fazê-lo da forma mais segura possível.

Internação
Aos 105 anos, Dona Canô sofreu um ataque isquêmico cerebral e foi internada no sábado (15), em Salvador. Segundo os médicos, Dona Canô não apresentou um déficit neurológico importante e não teve sequelas. "Ela chegou com dificuldade na fala e em mexer os membros superiores do lado direito, braço e mão, mas hoje já movimenta normalmente. Ela não teve sequelas", afirmou o neurologista Aroldo Bacelar.

Rodrigo Veloso, que mora com a mãe, revelou que passou a perceber um comportamento diferente e preocupou-se com a saúde da mãe após a morte de Oscar Niemeyer, na quarta-feira (5). Ele diz que Dona Canô ficou muito abalada com a notícia, aparentando bastante tristeza, o que deixou os familiares em alerta. "Ela falou que era uma pessoa com uma idade parecida com a dela, um centenário, e as notícias na televisão deixaram ela abalada", disse.
A família resolveu levar a matriarca para Salvador. Ela ficou hospedada com Rodrigo e as enfermeiras que cuidam dela em um hotel no bairro de Ondina, orla da capital baiana. No sábado, segundo Rodrigo, a mãe não respondia quando falavam com ela, então o filho acionou o Samu, que a levou até o Hospital São Rafael.
Rodrigo se emocionou ao comentar a saúde da mãe, segundo ele, um estado considerado "delicado". No dia da internação, todos os filhos de Dona Canô, inclusive Caetano Veloso e Maria Bethânia, vieram para Salvador para acompanhar a evolução do quadro de saúde dela.
A filha Mabel Veloso também falou ao G1 na segunda-feira (16). "Estamos confiando em Deus que ela vai ficar melhor. Estão todos aqui, filhos e netos. Os meus vieram, os de Caetano vieram. Quando as pessoas chegam, ela demonstra alegria, estende a mão, conversa", conta a filha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...