GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO

quarta-feira, 4 de março de 2015

Prefeita Sandra Cardoso presente na primeira sessão ordinária da Câmara de Vereadores

 


Apesar da eleição da nova mesa diretora ter acontecido em maio de 2014, tendo Gutemberg Cardoso Marciel (Guga) como novo presidente; Márcio Soares de Souza (Márcio de Congá), vice-presidente; Joesdras Nascimento Cardoso (Jorginho da Saúde), 1º Secretário e Pedro Álvares Pereira (Pedro da Sulba), 2º Secretário, a nova mesa só iniciou os trabalhos para o biênio 2015-16 na noite da última segunda-feira, 2 de março.

A eleição na época foi antecipada seguindo a Lei Orgânica Municipal, Seção IV, Artº. 35, que permite antecipar a eleição no Legislativo Municipal para o segundo biênio pelo atual presidente e aprovação da maioria dos membros da Câmara.

A sessão ordinária contou com a presença de 7 dos 9 vereadores (a vereadora Irá e o vereador e vice-presidente da casa, Márcio Soares, não puderam se fazer presentes), além da prefeita de Floresta Azul Dra. Sandra Cardoso; a secretária de Assistência Social Eliana Alcântara; o secretário de Agricultura Valter Rubens Alcântara; o gerente de Infraestrutura Plínio Oliveira; o gerente de Esportes Valdemar Sodré; o administrador do distrito de Coquinhos Pedro Alberto; Alberto Carvalho, representando a Ceplac; o Capitão da PM Edmundo e o Tenente Mendes.

A prefeita Dra. Sandra lembrou que apesar da crise que se alastra por todo o Brasil, atingindo principalmente os municípios pequenos, a esperança é de um 2015 melhor e que o legislativo municipal possa andar junto ao executivo, buscando sempre o melhor para Floresta Azul. Dra. Sandra lembrou que o momento é de união e que espera que todos se unam pelo bem da cidade. A prefeita não pode deixar de lembrar das inúmeras dificuldades que o município vem passando com os constantes sequestros para pagamentos de precatórios e lembrou que uma cidade que vive em função do FPM não pode disponibilizar 10% de todo o recurso para pagamento de dívidas de outras administrações. Dra. Sandra falou com tristeza na dispensa de quase 100 contratados para equilibrar as contas e finalizou lembrando do aumento de 13% no salários dos professores, valor esse que não é repassado para o município. "Hoje, o que arrecadamos mal dá para pagar salários e as contas. A cada dia que passa fica mais difícil administrar pois nossa despesa é sempre maior que a receita", disse a prefeita.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...