CÂMARA DE IBICARAÍ

CÂMARA DE IBICARAÍ

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Chef é declarado culpado de homicídio após cozinhar a esposa

David Viens disse ter cozinhado esposa, após ela morrer acidentalmente.
Promotora disse que provavelmente mulher foi morta de forma violenta.

Da France Presse

Um chef dos Estados Unidos que confessou ter cozinhado a própria esposa em fogo lento, por quatro dias, para se livrar das evidências do crime, embora afirme que ela morreu acidentalmente, foi declarado culpado de homicídio doloso esta quinta-feira (27).
David Viens, de 49 anos, contou à polícia que prendeu a esposa, Dawn, de 39, com fita adesiva para que não fugisse e em seguida foi dormir. Quando acordou, quatro horas depois, disse tê-la encontrado morta e entrou em pânico.
David Viens em foto divulgada pela polícia (Foto: Reprodução) 
David Viens em foto divulgada pela polícia (Foto: Reprodução)
"Eu a cozinhei por quatro dias. Eu a deixei esfriar, a coei e depois joguei os restos no lixo", contou o homem aos detetives, conforme relato do julgamento. O corpo de Dawn nunca foi encontrado desde que ela desapareceu, em outubro de 2009.
Viens, ex-dono de um restaurante em Lomita, ao sul de Los Angeles, prendeu a esposa de forma similar duas vezes antes porque, afirmou, "não queria que dirigisse intoxicada, perdida pela cocaína e pela bebida", disse.
A promotora Deborah Brazil pediu que Viens fosse declarado culpado de homicídio doloso qualificado, com o argumento de que a morte da esposa "não foi um acidente".
Dawn "provavelmente morreu de forma muito mais violenta" - por estrangulamento, por exemplo - do que admitiu o marido, disse a promotora.
"É por isso que o acusado precisou de quatro dias para destruir por completo e descartar o corpo de Dawn Viens", emendou.
Os seis homens e seis mulheres do júri deliberaram durante cinco horas e meia antes de entregar o veredicto de homicídio doloso.
Viens se apresentou ao tribunal em cadeira de rodas, devido a ferimentos sofridos após pular de um despenhadeiro de 25 metros em fevereiro de 2011, pouco depois de contar para a namorada que a morte da esposa foi um acidente.
Ele também contou à filha que a mulher havia morrido acidentalmente.
Foto do casal publicada pela imprensa local (Foto: Reprodução) 
Foto do casal publicada pela imprensa local (Foto: Reprodução)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IBICARAÍ- Mais uma “Caminhada Bruta” de pura contemplação da natureza

  POR Arnold Coelho Jornalista MTB 6446 A Turma da Caminhada realizou mais uma ‘Caminhada Bruta’ com exatos 20 quilômetros de estradas rurai...