terça-feira, 19 de abril de 2016

Vacinação em cães e gatos teve início ontem, sábado 16, em Ibicaraí


Texto: Arnold Coelho - Fotos: Antonio Lima
Começou ontem, sábado (16), em Ibicaraí a vacinação antirrábica para cães e gatos. A vacinação segue a campanha nacional e durante todo o dia centenas de cães e gatos foram vacinados. A vacinação aconteceu das 8 às 16 horas em oito Unidades Básicas de Saúde (UBS) da cidade e mais um ponto de apoio na escola Yêda Barradas (no bairro do Luxo). Mais de 50 profissionais da Saúde e Vigilância Epidemiológica atuaram na vacinação.
A Secretaria de Municipal de Saúde avisa que a vacinação segue até o final do mês. Entre os dias 22 e 27 vai acontecer uma etapa da vacinação antirrábica nos distritos da Saloméa; Vila Santa Isabel e os dois Cajueiros (Novo e Velho). A campanha acontecerá na Vila Santa Isabel (41), na sexta-feira 22, e domingo 24. Nos distritos do Cajueiro Novo e Velho a vacinação acontecerá nos dias 25 e 26 (segunda e terça-feira), e no distrito da Saloméa a vacinação acontecerá nos dias 26 e 27 (terça e quarta-feira).
Segundo  a 7ª Dires, Ibicaraí tem mais de 3.500 animais e a expectativa e que até o final do mês mais de 3 mil animais (entre cachorros e gatos) sejam vacinados em todo o município. A Secretaria municipal de Saúde pede a colaboração dos pais, não deixando que os animais sejam levadas por crianças e lembra que a vacinação será sempre das 8 às 16 horas.
A enfermeira e Coordenadora da Vigilância Epidemiológica Priscila Araújo, avisa que as pessoas que possuem cães ou gatos e que não conseguirem vacinar o seu animal no período da campanha, podem procurar o box da Vigilância Sanitária, situado na Feira Livre, que funciona toda quinta-feira para vacinação desses animais.
 A Doença
A raiva é uma doença viral que acomete mamíferos e pode ser transmitida ao homem pela mordida, arranhão ou contato com secreções de animais domésticos ou selvagens que estejam infectados. A raiva é uma doença grave, que pode manifestar diversas formas de encefalite (espasticidade, demência ou paralisia) que quase sempre levam o paciente à morte. O cão é o principal transmissor da raiva urbana no Brasil. Outros animais ocasionalmente envolvidos são gatos, macacos e raposas. Nas áreas rurais, o morcego é o principal transmissor do vírus da raiva para outros animais, como o gado bovino e os cavalos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

BARRO PRETO - Juraci demonstra força e apoio do povo

    Com o fim do Primeiro Turno das eleições de 2022, o prefeito Juraci da Saúde mostra a sua força no município de Barro Preto. Mesmo c...