quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Deputados gastam mais de R$ 21 mil em combustível durante férias

Dados foram disponibilizados no Portal da Transparência do Legislativo.

Parlamentares atribuem gasto a visitas ao interior do Espírito Santo.

Kleber Amorim
De A Gazeta
Veículo Nissan Sentra é o usado atualmente pelos deputados estaduais (Foto: Ricardo Medeiros/ A Gazeta)
Veículo Nissan Sentra é o usado atualmente pelos
deputados (Foto: Ricardo Medeiros/ A Gazeta)
Mesmo durante o recesso das atividades parlamentares na Assembleia Legislativa doEspírito Santo, os deputados estaduais percorreram cerca de 71,7 mil quilômetros com os carros oficiais. Para isso, utilizaram um total de 5.782,95 litros de combustível no período de janeiro de 2016, o que corresponde a um gasto de R$ 21.748,29.
Os dados foram disponibilizados nesta quarta-feira (24) no Portal da Transparência do Legislativo estadual. O valor com combustível está incluído na cota parlamentar mensal, de R$ 7,8 mil.
A distância percorrida pelos deputados é suficiente para ir do Oiapoque ao Chuí 17 vezes ou mesmo completar quase duas voltas no planeta Terra, cuja circunferência tem cerca de 40 mil quilômetros.
Seria possível também percorrer 152 vezes o trecho de aproximadamente 470 quilômetros da BR-101 no Espírito Santo, que vai do limite com o Rio de Janeiro até o limite com a Bahia.
Os veículos modelo Renault Fluence, que eram usados pelos deputados em janeiro, tinham consumo médio de 12,4 km/l na estrada. Em fevereiro, a frota foi renovada e os parlamentares passaram a usar automóveis Nissan Sentra.
O campeão em consumo foi Hudson Lealx (PTN), que gastou o equivalente a R$ 2.304,53 em combustível. Em seguida aparece Marcelo Santos (PMDB), com R$ 2.005,88. Na terceira colocação está Honório Siqueira (PT), que teve um gasto com combustível no valor de R$ 1.871,73.
Os números do Portal da Transparência mostram ainda que alguns parlamentares não tiveram esse tipo de despesa no período. Foram eles: Bruno Lamas (PSB), Enivaldo dos Anjos(PSD) e Janete de Sá (PMN), que entregaram o veículo formalmente para a Casa. Sergio Majeski também não usou o combustível.
Almir Vieira (PRP) e José Carlos Nunes (PT), apesar de também terem entregado o automóvel durante o recesso, tiveram consumo no mês de janeiro.
Já o deputado Hércules Silveira (PMDB) não utiliza o veículo da Assembleia.
Consumo
José Esmeraldo (PMDB), que tomou posse no dia 6 de janeiro como suplente do deputado licenciado Guerino Zanon (PMDB) – hoje secretário de Estado de Esportes e Lazer –, só recebeu o veículo em fevereiro, de acordo com a Assembleia.

O também deputado licenciado Rodrigo Coelho (PDT) fez uso durante o recesso parlamentar 274,01 litros de combustível no valor de R$ 1.056,49. Ele assumiu no início deste mês a secretaria estadual de Assistência Social e Políticas para Mulheres.
Outro lado
Primeiro entre os que tiveram mais gastos com combustível no recesso parlamentar de janeiro, o deputado Hudson Leal (PTN) disse que aproveitou o período para visitar diversos municípios.

“Concilio minhas atividades na Assembleia com minha profissão de médico e, pelo motivo de estar em férias no mesmo período, tive a oportunidade de realizar visitas em mais de 30 municípios do Estado, onde fui proceder a entrega de emendas apresentadas por mim”, explicou.
Já Marcelo Santos (PMDB) afirmou ter ido ao encontro da população. “A atividade parlamentar não paralisa no recesso. Fui a regiões distantes, em reuniões na região do Caparaó e também em São Mateus.”
A assessoria do deputado Honório Siqueira (PT) informou que o parlamentar visitou, em janeiro, vários municípios do interior para trabalhar a questão da agricultura familiar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

BARRO PRETO: Prefeito Juraci da Saúde tem Contas de 2021 aprovadas pelo TCM.

  ASCOM Barro Preto  Hoje é um dia de muita felicidade não só para minha pessoa como gestor, mas para todo o município de Barro Preto.  Rece...