EM CASA

EM CASA

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Santos tentará efeito suspensivo para enfrentar Timão na Vila Belmiro

Advogado do Peixe respeita, mas discorda da punição dada pelo Tribunal de Justiça Desportiva e promete recorrer da decisão em primeira instância

Por Marcelo Hazan São Paulo

Vila Belmiro antes de Santos x São Paulo (Foto: Carlos Augusto Ferrari) 
Santos tentará efeito suspensivo para liberar a
Vila Belmiro (Foto: Carlos Augusto Ferrari)
A polêmica envolvendo torcedores do Santos e Paulo Henrique Ganso no clássico contra o São Paulo rendeu ao Peixe a perda de um mando de campo no Campeonato Paulista. A decisão do Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD-SP) desagradou aos dirigentes do Alvinegro, que prometem recorrer da decisão e tentarão um efeito suspensivo para enfrentar o Corinthians na Vila Belmiro, em partida marcada para o próximo dia 3 de março.
De acordo com o advogado João Vicente Gazolla, o Peixe vai recorrer e vai brigar para manter o mando de campo diante do rival. A partida do próximo domingo, contra o XV de Piracicaba, está mantida para a Baixada Santista por não haver mais tempo hábil para alteração de local.
– Se conseguirmos, isso suspende a decisão, que seria julgada só depois do clássico. Vamos recorrer de qualquer forma. É uma decisão em primeira instância, o que vai definir mesmo é o Tribunal. Essa (punição) era uma das possibilidades, poderia ser muito maior. Foi uma decisão intermediária. Respeito, mas não concordo, por isso vamos recorrer – explicou Gazolla, que está confiante em ter êxito.
O Peixe foi denunciado com base nos artigos 211 e 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que previam multa de até R$ 100 mil e a perda de até dez mandos de campo. Caso não consiga o efeito suspensivo, o time deve jogar em Araraquara, cidade a mais de 100 km do local punido, de acordo com previsto no CBJD.
Em 2012, também por uma “chuva” de moedas em Ganso, chamado de “mercenário” no seu último jogo com a camisa do Santos, na derrota por 3 a 1 para o Bahia, no dia 29 de agosto, o time foi absolvido da perda de mando de campo. Na ocasião, a Procuradoria recorreu a decisão e o Peixe foi multado em R$ 5 mil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...