CÂMARA DE IBICARAÍ

CÂMARA DE IBICARAÍ

sexta-feira, 3 de dezembro de 2021

Ilhéus- Vereadores destinam parte de suas emendas impositivas para construção da nova sede do teatro popular

 


ASCOM Câmara de Vereadores de Ilhéus 

A iniciativa partiu do vereador Sérgio do Amparo (PODEMOS), na Sessão Ordinária desta quarta-feira (1), quando solicitou um tempo regimental de dez minutos para o diretor do Teatro Popular de Ilhéus (TPI), Romualdo Lisboa, discorrer sobre a situação da cultura em Ilhéus. Como justificativa, o parlamentar lembrou de novelas que já foram gravadas na cidade, como Renascer, em 1993. “Eu acredito na cultura e no TPI. Hoje, muitos artistas locais estão sem espaços para realizar seus trabalhos e o teatro é uma forma de tirar adolescentes e jovens da ociosidade”, afirmou Sérgio. 

Durante sua fala na tribuna do plenário da Câmara de Ilhéus, o diretor do TPI, Romualdo Lisboa, lembrou que em 26 de agosto deste ano, após fortes chuvas, a Tenda Popular desabou. “Sabemos que a Tenda estava deteriorada antes do desabamento, mas ao menos tínhamos um teto”, lamentou Romualdo. O problema foi resolvido com o apoio da Prefeitura, que providenciou um local adequado para armazenar o patrimônio do TPI, “são 26 anos de acervo, temos figurinos, adereços, cenografia de ambientes e espetáculos que rodaram o Brasil e o mundo”, lembrou o diretor.

Diante do cenário precário de espaços culturais na cidade e após a doação do terreno do antigo Clube Social do Pontal ao TPI, o que precisa ser feito é a construção desse novo espaço, prometido ser o “o teatro mais moderno da América Latina” nas palavras de Romualdo Lisboa. Os vereadores Sérgio do Amparo, Cláudio Magalhães (PCdoB), Fabrício Nascimento (PSB), Enilda Mendonça (PT) em prol da cultura local doaram parte de suas Emendas Impositivas para a construção da nova sede do Teatro Popular de Ilhéus, no bairro do Pontal. A vereadora Ivete Maria (DEM) apresentou emenda aditiva.

As Emendas Impositivas são um instrumento que os parlamentares podem apresentar durante as votações das Leis Orçamentárias do Plano Plurianual (PPA) e a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), onde há reserva dos recursos do Orçamento do Município que podem ser destinadas às entidades ou obras, sendo o Poder Executivo obrigado a efetuar os repasses conforme decidido pelo Poder Legislativo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

BAHIA - Desembargadora alvo da Faroeste é aposentada compulsoriamente pelo TJ-BA; medida pode impactar ação penal

  Com informações do Bahia Notícias   O  Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) aposentou compulsoriamente, por idade, a desembargadora  Ilona...