EM CASA

EM CASA

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Recipientes continham mistura rica em ocre usado como pigmento.

Arqueólogos descobrem caixas de ferramentas de 100 mil anos atrás

Material será exposto em museu na Cidade do Cabo, na África do Sul.

Do G1, em São Paulo

As conchas encontradas pela equipe de arqueólogos da África do Sul na caverna Blombos. (Foto: Chris Henshilwood / Universidade de Witwatersrand / Joanesburgo) 
Conchas encontradas pelo time de arqueólogos da
África do Sul.(Foto:Chris Henshilwood/Universidade
de Witwatersrand / Joanesburgo)

Arqueólogos da Universidade de Witwatersrand, na África do Sul, descobriram duas caixas de ferramentas com 100 mil anos de idade em uma "fábrica" de pigmentos pré-histórica no país.
As duas conchas usadas como recipientes foram encontradas na caverna Blombos, localizada a 300 km de distância da Cidade do Cabo, no extremo oeste da África do Sul. O achado foi divulgado na revista "Science" nesta sexta-feira (14).
As duas conchas serviam para armazenar um líquido rico em ocre, uma espécie de argila com pigmentos vermelhos ou amarelos. Os cientistas acreditam que a substância possa ter sido usada para decoração, pintura e proteção da pele. As peças serão exibidas no Museu Iziko, na Cidade do Cabo, a partir desta sexta-feira (14).
A produção de ocre como pigmento era comum na África e no Oriente Médio a partir de 100 mil anos atrás. O kit de ferramentas ainda incluia ossos, carvão e pedras para lascar e triturar objetos e alimento. As duas conchas foram achadas enterradas em sedimentos de quartzo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...