Twitter Updates

sexta-feira, 6 de maio de 2022

ILHÉUS - Câmara de Vereadores de Ilhéus discute segurança pública em Audiência

ASCOM Câmara de Vereadores de Ilhéus 

Na tarde da quinta-feira (05), aconteceu na Câmara de Vereadores de Ilhéus uma Audiência Pública para tratar sobre a segurança do município. A audiência foi proposta pelo vereador Augustão (PT) e contou com a participação de representantes de Instituições de diversos setores. 

 

Durante o seu discurso, o vereador Augustão levantou como pauta a construção do novo presídio para cidade, a necessidade de um quartel da Polícia Rodoviária em Ilhéus e o monitoramento eletrônico, “que já acontece em vários municípios e em Ilhéus está atrasado”, enfatizou o edil. “Também temos a questão do 190, pois ligamos daqui de Ilhéus e a chamada é enviada para Itabuna, dependemos de outro município para obter uma resposta em caso de necessidades. Estamos discutindo o desenvolvimento da cidade e ela precisa de sua independência”, completou Augustão.


De acordo com o parlamentar, é necessário discutir com a Codeba, um novo Centro de Integração de Segurança Pública no município, “a cidade tem que acabar com esses equipamentos que não trazem nenhum benefício, que é o caso do armazém do Porto em frente à delegacia de polícia e transformar em equipamentos que o município está carente, como a construção deste Centro”, destacou. 


O Capitão da PM e diretor do Presídio Ariston Cardoso, Igor Herdens, explicou que o Presídio de Ilhéus só atende pessoas do sexo masculino e atende cinco Comarcas. “Em datas comemorativas é comum as pessoas ligarem para se informar sobre as saídas temporárias, mas o Ariston só abriga presos provisórios de Ilhéus, Itabuna, Uruçuca, Una e Canavieiras”, explicou Igor. 


O diretor ainda destacou trabalhos que foram realizados em integração com outras Instituições, como a Polícia Civil e Militar. “Posso citar algumas operações, como a Operação Patente, da Polícia Federal, Operação Arcanjo, junto ao Ministério Público Estadual e a Operação Quarilo, com a Polícia Civil.


Para o Inspetor de Planejamento e Guarda Municipal, Moraes, a segurança Pública não deve ser tratada apenas como medidas repressivas e de vigilância, mas um sistema integrado e otimizado envolvendo instrumentos de boa ação, justiça, defesa dos direitos, saúde e social. “O processo de segurança se inicia com prevenção, ou seja, para se ter um sistema de segurança pública em harmonia é necessário que esteja integrada a todos os órgãos que trabalham para a segurança”, defendeu Moraes. 


O Secretário de Ordem Pública de Ilhéus, Marcelo Barreto, defendeu que em Ilhéus essa integração entre as Instituições de segurança pública existe. “Afirmo com certeza que essa integração existe, principalmente entre as forças policiais. Existem diversas operações em conjunto com as forças de segurança do município, inclusive com a Guarda Municipal também”, enfatizou Barreto.


Para o presidente da OAB, Jacson Cupertino, “falar de segurança pública é um tema caro para a sociedade, porque a salvaguarda da segurança é a Polícia. Ela tem que ser a última a ser utilizada, ou seja, antes de vir a polícia nós temos que tratar a mola mestre da segurança pública, não podemos falar do tema sem o Secretário de Assistência Social e a Secretária de Educação. Não podemos falar de segurança pública sem abordar a desigualdade social que atravessamos, pois em um local onde a desigualdade social é grande a violência é grande também”, afirmou cupertino. 


De acordo com o vereador Augustão, será marcado um próximo encontro para continuarem discutindo o tema.  Participaram do encontro o Capitão da PM diretor do Presídio de Ilhéus, Igor Herdens, o Major Bombeiro Militar - Tadeu Gomes, o secretário de Ordem pública - Marcelo Barreto, o Presidente da OAB - Jackson Copérnico, o Inspetor de Planejamento e Guarda Municipal – Moraes, o Capitão PM da 69ª CIPM Zona Sul – Rodrigo, e o Capitão PM - Danilo Dantas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...