DAHIANA DIVULGAÇÃO

DAHIANA DIVULGAÇÃO

ADAUTO NASCIMENTO

ADAUTO NASCIMENTO

SAAE

SAAE

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Ex-catador ajudado por Gabriel, O Pensador ganha placa do MP no DF

Homenagem teve também convite para participar de projeto contra corrupção.

Jovem devolveu US$ 1,4 mil a fonoaudiólogo e ganhou R$ 10 mil de cantor.

Do G1 DF
O ex-catador de materiais recicláveis João Rodrigues Cerqueira, que devolveu US$ 1,4 mil achados em meio ao lixo no Distrito Federal e recebeu R$ 10 mil de uma “vaquinha” feita pelo cantor Gabriel, O Pensador, foi homenageado nesta terça-feira (27) no Ministério Público do DF com uma placa, ganhou uma camiseta da Ouvidoria do órgão ministerial e foi convidado a participar como voluntário em palestras do projeto “O que você tem a ver com a corrupção?” em escolas da rede pública.
Cerqueira encontrou as cédulas de dólar na manhã do último dia 20, depois de ser informado de que um homem passou a noite da sexta anterior na cooperativa da Estrutural em busca de um embrulho com os valores.

O dinheiro pertencia ao fonoaudiólogo Bruno Temistocles e foi descartado por engano por uma criança, que não sabia que eles estavam dentro de um papel que encontrou enrolado no carro.

'Vaquinha' do Pensador
O cantor Gabriel, O Pensador recolheu com amigos R$ 10 mil para doar ao ex-catador de materiais recicláveis. O artista fez uma visita surpresa ao barracão onde Cerqueira mora com a mulher e a filha de 10 meses na Chácara Santa Luzia, em uma invasão entre a Estrutural e o Parque Nacional.

“A gente vive em um mundo onde os valores estão tão distorcidos que as pessoas se surpreendem quando um cara faz o certo. Então, eu primeiro vim para dar os parabéns e destacar mais uma vez isso”, disse Gabriel a Cerqueira. “Eu vou te dar o saquinho com R$ 10 mil que a gente juntou para você, [para] essa reforma que você está precisando [do barracão]. Isso é um presente de coração.”

O ex-catador de lixo se emocionou com a visita e a atitude do rapper. “Eu nunca imaginei que ia vir uma pessoa tão famosa assim, num barraco tão humilde assim”, disse. Ele acrescentou ainda que também pretende usar o dinheiro para ajudar a mãe. “Ajudar ela a construir lá a construir a casinha dela. Foi a pessoa que me ajudou muito, que me incentivou para ser a pessoa que eu sou.”

Cerqueira já comemorava ter ganhado um novo emprego na quarta-feira (22). Ele foi “recompensado” pela atitude e passou a trabalhar como ajudante de obras na construtora da família de Bruno Temistocles, dono do dinheiro. O salário é de R$ 1,5 mil – mais do que o dobro do que recebia na cooperativa, onde recebia R$ 600.

No MP
Na solenidade desta terça, o ex-catador esteve no MP ao lado da mãe, da mulher e da filha. Ele foi recebido pelo procurador-geral de Justiça, Leonardo Bessa, e ganhou uma placa pelo gesto.

“Não fiz nada de mais, além do meu dever. Mesmo que eu não tivesse ganhado nada, não me arrependi da minha ação. Independentemente da classe social, existem muitas pessoas boas no mundo, que não pensam em passar os outros para trás”, disse Cerqueira durante a solenidade.

“Esperamos que seu ato nobre repercuta na sociedade brasileira. No trabalho do Ministério Público, o combate à corrupção vem ganhando destaque, e é muito importante valorizar gestos de honestidade”, disse o procurador-geral.

Campanha
O projeto “O que você tem a ver com a corrupção?” foi uma iniciativa do MP de Santa Catarina e é constituída por uma palestras para estudantes dos ensinos fundamental e médio em escolas da rede pública de ensino.

O objetivo é mostrar aos alunos a importância de ser honesto nas atitudes do dia a dia e incentivar que crianças e adolescentes tenha consciência de que o comportamento ético sempre vale a pena.

A campanha já foi apresentada a 17 mil estudantes no país e integrou a programação da “Semana da Educação para a Vida”, em maio de 2016.
Dólares
Bruno Temistocles comprou os dólares no último dia 16, por cerca de R$ 5 mil, para usá-los em uma viagem para a Europa. O dinheiro ficou no console do carro dele, enrolado em um papel. O cunhado do fonoaudiólogo, que tem 7 anos, confundiu o embrulho com lixo e o jogou fora.

Depois de saber que a quantia havia sido perdida, Temistocles chegou a encontrar o caminhão responsável pela coleta e ir à cooperativa, que funciona na Estrutural, mas não encontrou o pacote. Mesmo assim, deixou o contato no local. “Na hora que ele [o catador] me ligou falando que tinha encontrado, nossa, eu fiquei muito feliz assim”, diz. “[Fui à cooperativa e] Comecei a procurar no desespero. Fiquei de umas 18h30 até 22h procurando e não consegui achar.”
Cerqueira encontrou o valor na manhã de terça, depois de ser informado de que um homem passou a noite de sexta na cooperativa da Estrutural em busca do embrulho. Ele afirma que, depois de saber que uma pessoa procurava dinheiro perdido, ficou mais atento ao trabalho. O jovem, que tem 20 anos, trabalhava há seis meses na cooperativa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...