DAHIANA DIVULGAÇÃO

DAHIANA DIVULGAÇÃO

ADAUTO NASCIMENTO

ADAUTO NASCIMENTO

SAAE

SAAE

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Professora Solange Campos comemora setenta anos de idade em Ibicaraí na Bahia



 Texto André Luiz Evangelista Fotos By Alexandre Santos

No final da manhã e início da tarde da última sexta- feira (25) se deu inicio, a festa comemorativa aos setenta anos de idade da professora Solange Campos, festa esta organizada pelo seu esposo e eterno namorado Orlando Maia com quem está casada há exatos quarenta e três anos (uma vida).

Não se economizou em nada.  Cerveja gelada, whisky do bom, churrasco de boa carne, e, muitos convidados que felicitavam a todo o instante a aniversariante.

Os filhos netos (as), irmãos (as) sobrinhos (as) estavam todos reunidos e a aniversariante era uma alegria só, não ficava parada um só instante, pois todos queriam registrar o momento, por meio de fotos ou vídeo.

Foi um evento de primeira grandeza, onde a animação ficou por conta de Luciana Perola Negra, que fez todos dançar embalados por seu vozeirão.


“Sinto-me muito feliz em está comemorando mais um aniversário, e, olha que é o meu aniversário de número setenta, estou muito agradecida a DEUS, ao meu esposo, aos meus filhos e netos (as), e, aos meus familiares e amigos em geral, por se fazerem presentes e tornarem o meu dia ainda mais especial.” Disse a aniversariante professora Solange Campos.  

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Secretaria de Saúde de Floresta Azul inicia campanha de combate a Dengue


Texto e fotos: Ascom Floresta Azul | Saúde
A prefeitura municipal de Floresta azul, através da Secretaria Municipal de Saúde e do departamento de Endemias e Vigilância Epidemiológica deram início a uma campanha contra a Dengue, visando prevenir a criação e proliferação do mosquito Aedes aegypti no município. A campanha teve início sexta-feira, 11, com a equipe da UBS Marcelina Bispo visitando as residências dos bairros Teta Matos e Zeli Teixeira. Na terça-feira, 15, foi a vez da equipe da UBS Heleno Braz visitar as residências do bairro Antonio de Ângelo. Na quarta-feira, 16, quem entrou em ação foi a equipe da UBS Eduardo Mamede, que fez vistorias nos imóveis do centro da cidade. Quinta-feira, 17, a ação aconteceu no distrito de Santa Terezinha (Coquinhos) com a participação da equipe da UBS Pompilho Borges.
Durante a campanha aproximadamente dez agentes de saúde do município estarão visitando os imóveis realizando trabalhos educativos com distribuição de panfletos que servirão para orientar as pessoas sobre a verificação de locais e objetos que possam acumular água, como calhas, lajes, caixas-d’água e pratos de plantas. O trabalho também será realizado em empresas, escritórios e instituições públicas e organizações não governamentais com o objetivo de evitar a transmissão da dengue em locais de trabalho e escolas.
O objetivo da campanha, segundo a secretária municipal de Saúde, Domilene Borges, é evitar que o mosquito Aedes aegypti se prolifere no município, evitando que os números de casos de Dengue aumentem, além de evitar possíveis caso da febre Chikungunya  e o Zika Vírus. Para isso é importante estimular a participação da população no controle do mosquito, transmissor dessas doenças. “Essa campanha de conscientização e vistoria da nossa equipe e a participação de toda a população vai ajudar no combate do mosquito e na consequente diminuição dos casos da doença em nossa cidade”, disse a secretária.
A enfermeira e coordenadora da campanha, Fernanda Luísa, faz um apelo à população em geral: “Pedimos o apoio de toda a população local para que cada um colabore nessa campanha, cuidando de seu quintal, deixando ele limpo, verificando as calhas dos imóveis, eliminando possíveis focos do mosquito. A participação popular é de suma importância no combate a dengue”. Fernanda ressalta ainda que não existe 'tempo ruim' para o mosquito Aedes aegypti, transmissor da Dengue, Febre de Chikungunya e do Zika Vírus, pois no tempo das chuvas ele coloca seus ovos em recipientes formados pelo acúmulo de água e lixo nos terrenos, e no período de seca muda de local e vai para os reservatórios residenciais de água da população.

Floresta Azul - Programa Saúde na Escola atende alunos da rede pública municipal


Texto e fotos: Ascom Floresta Azul
Na última quinta-feira (17), o Programa Saúde na Escola (PSE) organizou o último mutirão de exames oftalmológicos do ano de 2015 para alunos dos colégios José da Silva Cardoso, Centro Educacional de Floresta azul, Dolores Cervino e João Alves, escolas que fazem parte da rede pública municipal de Floresta Azul. 44 alunos da rede municipal passaram por consulta e exame oftalmológico de Acuidade Visual, Refração, Biomicroscopia de Fundo e Fundoscopia.
Os atendimentos ocorreram das 8 às 12 horas, nas dependências do Hospital Luís Eduardo Magalhães, situado à rua Régis Pacheco, centro. Os estudantes que passaram pela consulta foram selecionados por professores e agentes comunitários de saúde da UBS Heleno Braz e Eduardo Mamede.
A Prefeitura de Floresta Azul, através da Secretaria Municipal de Saúde e em parceria com a Secretaria Municipal de Educação vem desenvolvendo desde 2012 no município o Programa Saúde na Escola com várias ações como: Avaliação Antropométrica, Atualização do Calendário Vacinal, Avaliação de Saúde Bucal e Triagem da Acuidade Visual. Durante esse ano de 2015 os atendimentos oftalmológicos foram realizados com periodicidade bimensal.

Infraestrutura faz parcerias com fazendeiros e recupera ramal da Patioba


Texto e fotos: Arnold Coelho
A prefeitura de Ibicaraí, através da Secretaria Municipal de Infraestrutura, fechou mais uma parceria com proprietários rurais para recuperação de estradas vicinais do município. Dessa vez a parceria aconteceu com Dona Jacira e Wilson Pimentel, da região da Patioba, e a recuperação aconteceu no ramal da Patioba, que tem aproximadamente quatro quilômetros de extensão.
A equipe da Infraestrutura iniciou a recuperação da estrada na última segunda-feira (14), e concluiu o serviço na sexta-feira (18). Durante cinco dias uma caçamba, uma retroescavadeira e a motoniveladora da prefeitura trabalharam no local com o patrolamento, cascalhamento e abertura de canaletas. Foram jogados e espalhados mais de 15 caçambas de cascalho por toda a extensão do ramal.
Segundo o secretário municipal de Infraestrutura, Leildo Santana, essas parcerias têm contribuído muito no processo de recuperação de trechos de estradas vicinais por todo o município. São mais de duzentos quilômetros de estradas que precisam ser recuperadas constantemente. O custo é alto e nosso orçamento é apertado. Gastamos em média 150 litros de combustível por dia de trabalho, fora a mão-de-obra e a manutenção das máquinas. Quando surge parceiros que financiam o combustível facilita em muito o nosso trabalho", disse o secretário.
"Essas parcerias começam a acontecer com uma maior frequência. Nossa agenda já está fechada para as próximas semanas e outros ramais serão recuperados em breve. Estamos intercalando os trabalhos na cidade e no meio rural. Além da recuperação de ramais estamos abrindo vários poços por várias regiões rurais de nossa cidade que se preparam para o período de estiagem", disse Antônio Estrela.

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Assembleia de SP aprova projeto de lei que proíbe garupa em motos

Proibição valeria de segunda a sexta-feira em determinados horários.

Governador de SP, Geraldo Alckmin, pode aprovar ou vetar o projeto.

G1 São Paulo
Guia Prático do G1 mostrou uso correto da garupa da motocicleta. Assembleia de SP aprova projeto de lei que proíbe garupa em motos (Foto: Reprodução/G1)Guia Prático do G1 mostrou uso correto da garupa da motocicleta. Assembleia de São Paulo aprovou projeto de lei que proíbe garupa em motos (Foto: Reprodução/G1)
A Assembleia Legislativa de São Paulo aprovou em plenário nesta terça-feira (15), em segunda votação, ou definitiva, o projeto de lei de autoria do deputado Jooji Hato (PMDB) que proíbe dois ocupantes em motocicletas em determinados dias e horários.
O projeto será encaminhado para sanção do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), que terá 15 dias para decidir se aprova ou não. Em 2011, o mesmo projeto também foi aprovado na Assembleia Legislativa, mas acabou vetado por Alckmin.
O texto prevê que o trânsito de motocicletas com dois ocupantes fica proibido de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h30 e das 23h às 5h. Sábados, domingos, feriados e demais horários estariam liberados. A proibição seria válida para áreas urbanas de municípios com a população superior a 1 milhão de habitantes (capital, Guarulhos e Campinas).
O objetivo do projeto é evitar a chamada "saidinha de banco", os assaltos durante a madrugada e "proporcionar mais segurança para os motociclistas". O projeto de lei também obriga o uso de capacetes e coletes com o número da placa da motocicleta afixado na parte de trás dos mesmos em dimensões e cor fluorescente que o mantenha legível, inclusive à noite.
A multa por descumprimento da lei seria de R$ 130 para cada infração cometida

Veja os 11 motivos apontados pela PGR para pedir afastamento de Cunha

Procuradoria pediu ao STF que peemedebista seja afastado do cargo.

Em resposta, ele disse ver 'cortina de fumaça' no pedido de Janot.

Mariana Oliveira
Do G1, em Brasília
No documento enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF) para pedir o afastamento do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a Procuradoria Geral da República listou 11 motivos para pedir a saída dela do cargo.

Segundo o Ministério Público Federal, o afastamento de Cunha é necessário para o andamento das investigações sobre ele relacionadas à Operação Lava Jato. Em resposta ao pedido de Rodrigo Janot, Cunha disse que a ação é uma "cortina de fumaça"com o objetivo de "tirar o foco" da mídia.

Veja abaixo os motivos apontados pela PGR para pedir ao STF o afastamento de Cunha:

1- Eduardo Cunha fez uso de requerimentos para pressionar pagamento de propina do empresário Júlio Camargo e o grupo Mitsui. Já havia casos de requerimento para pressionar dirigentes de empresas de petróleo

"Referidas informações demonstram que os dois requerimentos foram efetivamente elaborados pelo Deputado Federal EDUARDO CUNHA, utilizando sua senha pessoal e seu login de rede, e apenas inseridos no Sistema pela então Deputada Federal SOLANGE ALMEIDA. Após a autoria dos requerimentos vir à tona, EDUARDO CUNHA – novamente utilizando seus poderes para fins espúrios e tentar garantir a não apuração de suas condutas - exonerou LUIS CARLOS EIRA do cargo de Diretor de Informática da Câmara dos Deputados (DOC 03). Além do caso envolvendo as sondas, este modus operandi já se revela desde o ano de 2003 (é dizer, são práticas reiteradas, verdadeiro modus operandi para garantir as práticas criminosas). Na época, empresários do setor de combustíveis afirmaram que estavam sendo alvo de achaques e que EDUARDO CUNHA estaria instrumentalizando a Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara para pressionar dirigentes de companhias de petróleo. Na ocasião, noticiou-se que EDUARDO CUNHA e 26 outros dois deputados, NELSON BURNIER e ANDRÉ LUIS DA SILVA, estariam usando a Comissão de Fiscalização e Controle para apresentar requerimentos de convocação de empresários, especialmente de multinacionais de petróleo. Em troca da desistência da convocação, os empresários tinham de pagar “pedágio”, segundo a representação. "

2 - Eduardo Cunha estava por trás de requerimentos e convocações feitas a fim de pressionar donos do grupo Schahin com apoio do doleiro Lúcio Funaro. Depoimentos de Salim Schahin confirmam isso. Lúcio Funaro pagou parte de carros em nome da empresa C3 Produções Artísticas, que pertence à família de Cunha

"Com o objetivo de financiar a construção da PCH APERTADIHO, a CEBEL captou recursos mediante a emissão de títulos mobiliários, na forma CCB – Cédulas de Crédito Bancário Em virtude desse acidente, iniciou-se uma declarada guerra entre a CEBEL, controlada por LUCIO FUNARO, e a SCHAHIN ENGENHARIA. A discussão girava sobre a responsabilidade pela não renovação da apólice de seguro-garantia da obra e, via de consequência, pelas danos causados.  Também prestou depoimento ao Ministério Público o outro sócio do grupo SCHAHIN e irmão de MILTON, o empresário SALIM TAUFIC SCHAHIN, que esteve presente no encontro realizado na residência de NAJI NAHAS com o intuito de mediar a briga entre o grupo SCHAHIN e LÚCIO BOLONHA FUNARO, no qual compareceu EDUARDO CUNHA (DOC 02)"

"Na mesma linha do depoimento prestado por seu irmão, o empresário SALIM SCHAHIN confirmou que entre os diversos argumentos utilizados para convencê-lo a aceitar fazer um acordo no caso de Apertadinho seria o fato de LÚCIO FUNARO ser uma pessoa “perigosa e difícil”, bem como sua estreita relação com EDUARDO CUNHA. Em seguida, NAJI NAHAS propôs o encontro em sua residência com a presença de EDUARDO CUNHA “para discutir a questão de Apertadinho”.

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Operadoras são intimadas a bloquear WhatsApp no Brasil por 48 horas

Sindicato de Vivo, Claro, Tim e Oi confirma determinação judicial.

Bloqueio é válido a partir da 0h de quinta-feira (17) em território nacional.

Do G1, em São Paulo
Ícone do aplicativo de conversa Whatsapp em um smartphone (Foto: Fábio Tito/G1)Operadoras de telefonia móvel foram intimadas a bloquear WhatsApp no Brasil por 48 horas (Foto: Fábio Tito/G1)
As principais operadoras de telefonia móvel do Brasil foram intimadas pela Justiça nesta quarta-feira (16) a bloquear o aplicativo de mensagens WhatsApp em todo o território nacional por 48 horas. O bloqueio vale a partir da 0h de quinta-feira (17).
O recebimento da determinação judicial foi confirmado pelo Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviços Móvel Celular e Pessoal, o SindiTelebrasil, que representa as operadoras Vivo, Claro, Tim, Oi, Sercomtel e Algar.
O Tribunal de Justiça de São Paulo afirma que a decisão partiu da 1ª Vara Criminal de São Bernardo do Campo e corre em segredo de justiça em uma ação criminal. Segundo o TJ-SP, o WhatsApp não atendeu a uma determinação judicial de 23 de julho de 2015. A empresa foi notificada mais uma vez em 7 de agosto, com uma multa fixada em caso de não cumprimento.
O WhatsApp não atendeu à determinação novamente, de acordo com o TJ-SP. Por isso, "o Ministério Público requereu o bloqueio dos serviços pelo prazo de 48 horas, com base na lei do Marco Civil da internet".
Eduardo Levy, presidente do SindiTeleBrasil, diz que as operadoras são obrigadas a atender a determinação e que não é do interesse delas bloquear o WhatsApp no país. "Temos interesse em regras que sejam mais leves para o setor", disse Levy ao G1.
Histórico
Essa não é a primeira tentativa de bloquear o WhatsApp no país. Em fevereiro, um juiz de Teresina (PI) determinou que as operadoras suspendessem temporariamente o acesso ao app de mensagens.

O motivo seria uma recusa do WhatsApp em fornecer informações para uma investigação policial que vinha desde 2013.

Justiça condena acusado de portar explosivo em protesto na Av. Paulista

Manifestante estava com coquetel molotov na mochila, em setembro/2013.

Ele terá que prestar serviço comunitário por 3 anos; cabe recurso da decisão.

Isabela Leite
Do G1 São Paulo
Batalhão de Choque em manifestação em São Paulo (Foto: Caio Kenji/ G1)Batalhão de Choque em manifestação em São Paulo em 7 de setembro de 2013 (Foto: Caio Kenji/ G1)
Um rapaz acusado de portar um coquetel molotov durante um protesto na região da Avenida Paulista, em São Paulo, no dia 7 de setembro de 2013, foi condenado pela Justiça por lesão corporal. Ele terá que prestar serviços comunitários por três anos. A decisão da 13ª Vara Criminal é em primeira instância e cabe recurso.
Segundo o processo, o assistente técnico Renan Buso, na época com 21 anos, foi preso em flagrante após a Polícia Militar ser cercada por um grupo de “black blocks”, que atacaram a PM com pedras e palavras ofensivas durante uma manifestação no Dia da Independência. Os agressores entraram em uma lanchonete, que estava aberta e com clientes, onde foram abordados pela polícia. O comércio fica na esquina com a Rua Pamplona.
No local, os agentes contaram ter encontrado um suposto explosivo dentro de uma mochila do assistente técnico, formado por uma garrafa com um líquido com odor de gasolina, com um pano, funcionando como um pavio. Os policiais relataram à Justiça que o manifestante estava vestido de “punk”.
Após ser levado para a delegacia com um grupo de 70 pessoas, Buso pagou fiança e respondeu ao processo em liberdade. A defesa do condenado disse, no processo, que não havia prova para condená-lo, mas um laudo pericial apontou que o artefato apreendido “apresentava potencial incendiário, tratando-se do popular ‘coquetel molotov’”.
Como Renan Buso é réu primário e tem antecedentes criminais, a juíza Cláudia Carneiro Calbucci Renaux determinou pena com prestação de serviços à comunidade, além de pagamento de multa de cerca de R$ 300. Em caso de descumprimento, a pena poderá ser substituída por prisão.
O G1 tentou contato com o defensor do assistente técnico, mas até as 12h30 desta quarta-feira (16), o advogado não havia sido encontrado para comentar o assunto.
Absolvido
Um rapaz também foi denunciado pela Polícia Civil como portador de explosivos, mas a Justiça entendeu que não havia provas suficientes para condená-lo e decidiu absolve-lo. No interrogatório, ele afirmou que trabalhava como fotógrafo na manifestação e que entrou na lanchonete com medo de ser agredido durante a confusão. O suspeito também negou que houvesse um “coquetel molotov” em sua mochila.

Manifestantes correm durante manifestação no Dia da Independência em São Paulo (Foto: Caio Kenji/ G1)Manifestantes correm durante manifestação no Dia da Independência em SP em 2013 (Foto: Caio Kenji/ G1)
Homem durante protesto em São Paulo (Foto: Caio Kenji/ G1)Homem durante protesto em São Paulo em 7 de setembro de 2013 (Foto: Caio Kenji/ G1)

Mega-Sena pode pagar R$ 175 milhões nesta quarta-feira

Com dinheiro, ganhador poderá comprar 43 imóveis de R$ 4 milhões cada.

Apostas podem ser realizadas até as 19h; aposta mínima custa R$ 3,50.

Do G1, em São Paulo
Cartelas de jogos de loterias. Mega-Sena. loteria, sorte, prêmio, dinheiro, bolada, riqueza, dinheiro. -HN- (Foto: Caio Kenji/G1)
Mega-Sena pode pagar R$ 175 milhões nesta
quarta-feira (Foto: Caio Kenji/G1)
O sorteio do concurso 1.770 da Mega-Sena, que será realizado nesta quarta-feira (16), poderá pagar o prêmio de R$ 175 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio será realizado a partir das 20h (horário de Brasília), em Tarumirim (MG).
De acordo com a Caixa Econômica Federal(CEF), se um apostador levar o prêmio sozinho e aplicá-lo integralmente na poupança, receberá cerca de R$ 1 milhão por mês em rendimentos. Caso prefira, poderá adquirir 43 imóveis de R$ 4 milhões cada, ou ainda comprar 29 iates de luxo.
Para apostar
As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país. A aposta mínima custa R$ 3,50.

Probabilidades
A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

Banda toca 'Amigos para sempre' em evento com Dilma e Temer


Presidente e vice participaram de cerimônia militar no Clube do Exército.
Temer enviou carta na qual apontou desconfiança da petista em relação a ele.

Laís Alegretti
Do G1, em Brasília
O vice-presidente Michel Temer, ao lado da presidente Dilma Rousseff e do ministro da Defesa, Aldo Rebelo, durante cerimônia no Clube do Exército (Foto: Roberto Stuckert Filho/PR)O vice-presidente Michel Temer, ao lado da presidente Dilma Rousseff e do ministro da Defesa, Aldo Rebelo, durante cerimônia no Clube do Exército (Foto: Roberto Stuckert Filho/PR)
A presidente Dilma Rousseff e o vice Michel Temer participaram nesta quarta-feira (16) de cerimônia militar no Clube do Exército, em Brasília. Durante a cerimônia, a banda militar tocou a música “Amigos para sempre”, após o momento em que Dilma e Temer cumprimentaram os oficiais generais das Forças Armadas.
Em seguida, os participantes do evento seguiram para o salão onde ocorreram os discursos e o almoço. Após as falas e antes da refeição, Dilma e Temer se cumprimentaram com beijo no rosto. Os dois se sentaram lado a lado durante o almoço e deixaram o evento juntos.
A presidente não falou com os jornalistas sobre o rebaixamento da nota do Brasilpela agência de classificação de risco Fitch. Ao deixar o local, Dilma brincou com os repórteres depois de uma jornalista dizer que queria dar os parabéns pelo aniversário, que foi comemorado nesta segunda (14).
Foi o primeiro evento público em que os dois aparecerem juntos desde que Temer enviou à presidente carta na qual apontou desconfiança da petista em relação a ele. Esta carta (leia aqui a íntegra), enviada no último dia 7, gerou mal-estar entre eles e intensa repercussão política em Brasília.

Somente dois dias depois do vazamento do conteúdo da carta – e após diversas conversas entre interlocutores da presidente e do vice –, Dilma e Temer se reuniram, por cerca de uma hora, no Palácio do Planalto.

O resultado da conversa entre eles foi o anúncio, por parte dos dois, de que a relação entre eles será "institucional" de agora em diante.

O desgaste na relação entre a presidente e o vice ocorre em meio à maior crise política vivida pelo governo desde que Dilma e Temer chegaram ao Palácio do Planalto, em 2011.

Além do processo de impeachment da petistaautorizado pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o governo vive as mais baixas taxas de popularidade – segundo pesquisa Ibope, 9% dos eleitores consideram a gestão "boa" ou "ótima", enquanto 70%, "ruim" ou "péssima".

O governo também enfrenta resistência de alas dissidentes do PMDB, que defendem a saída do partido do governo e o impeachment de Dilma.

Sobre o impeachment, a expectativa está em torno do julgamento pelo Supremo Tribunal Federal (STF), na tarde desta quarta, de ação movida pelo PC do B na qual a legenda questionou atos de Eduardo Cunha no processo, como o que autorizou, por votação secreta, a eleição de uma chapa avulsa, composta por deputados da oposição e dissidentes da base, para compor a comissão especial destinada a analisar o processo.

Discurso
No evento, Dilma discursou antes do almoço e afirmou que o país precisa dos projetos estratégicos que estão em desenvolvimento nas Forças Armadas e assegurou que projetos prioritários não serão comprometidos com a necessidade de ajuste fiscal.

Dentre os projetos prioritários destacados por Dilma estão o sistema de monitoramento das fronteiras, do Exército, a construção do submarino nuclear, pela Marinha, e o FX-2, que escolheu o caça sueco Gripen como a nova aeronave de combate da Força Aérea Brasileira.

Dilma citou também a aeronave KC-390, que está sendo desenvolvida pela Embraer para transporte de carga e pessoas. A presidente afirmou, ainda, que a indústria de defesa ocupa um papel essencial em todos os países desenvolvidos.

"Reitero também que o Brasil precisa dos projetos estratégicos que estão em desenvolvimento nas Forças Armadas. Meu governo compreende a importância de desenvolvermos a base industrial de defesa brasileira e nos capacitarmos tecnologicamente em áreas estratégicas. Mesmo em momento de reequilíbrio fiscal, precisamos olhar sempre que revisões de prazos e adaptações não podem interromper um processo que as Forças Armadas têm levado a cabo”, disse.

"Reconheço o esforço [dos militares com o orçamento] e asseguro que os projetos prioritários não serão comprometidos", afirmou.
O ministro da Defesa, Aldo Rebelo, discursou antes da presidente e destacou o papel das instituições militares no Brasil.
“São instituições fundadoras da nossa nacionalidade, construtoras do estado brasileiro e criadoras de valores que cimentam a identidade mais profunda e o sentido de permanência da nossa nacionalidade. As instituições que ajudaram a criar a ideia de Brasil quando ela não existia. Ajudaram a fazer a escolha de um Brasil e não de dois, três ou mais Brasis”, afirmou.
Primeiro a discursar, o comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, disse que as Forças Armadas não são exaltadas pela busca do protagonismo e que estão “firmemente” dedicadas a contribuir para a estabilidade institucional.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...