DAHIANA DIVULGAÇÃO

DAHIANA DIVULGAÇÃO

IR

IR

ADAUTO NASCIMENTO

ADAUTO NASCIMENTO

SAAE

SAAE

domingo, 30 de setembro de 2012

A prefeitura Municipal de Ibicaraí na Bahia fez a entrega de sessenta casas popular




 
Na manhã deste domingo (30), a prefeitura de Ibicaraí na Bahia fez a entrega de sessenta casas popular, os beneficiários e seus familiares se fizeram presentes, e a emoção tomou conta de todos os trabalhos de entrega foram coordenados por Romilson Ferreira diretor de projetos do município e pelo cerimonialista Waldyr Montenegro, fizeram-se presentes secretários de governo Heliomar Barberino de finanças, Osvaldo Martins Júnior de Administração, Pedro Adriano secretário de Saúde, Ângela Santana secretária de Assistência Social, professora Arlene secretátia de cultura e Fabiane Lyra de secretária Educação, ainda se fizeram presentes a procuradora do município Drª Adenildes Santos e o diretor do SAAE senhor José Dias, os beneficiários da Minha Casa Minha Vida receberam os imóveis, todos construídos com esgotamento sanitário, água encanada e energia elétrica e já estão autorizados a fazer a mudança para o local, esse tipo de casa Minha casa Minha Vida em todos os lugares, são cobradas taxas dos beneficiários, mas no município de Ibicaraí, o governo municipal estar arcando com estas taxas, sendo os imóveis totalmente livre de qualquer tipo de taxa, a senhora Josefa disse que fará a mudança logo na segunda feira (30), o senhor Raimundo José disse ser morador do município de Ibicaraí desde o ano de 1963, e, e só agora ta conseguindo a casa própria, pois não tinha condições de adquirir um simples terreno e agora tem terreno com casa construída, emocionado agradeceu, a senhora Lindinalva Alves que teve a casa levada pelas águas da enchente do rio salgado no ano de 2007, estava emocionada e quase não consegue assinar o contrato de tanto que tremia por conta da emoção, todos os presentes se emocionavam com os beneficiários na momento da entrega das chaves. QUE DEUS ABENÇOE ESTE NOVO CONDOMINIO, QUE DEVERÁ SE CHARMAR VILA FELICIDADE, DISSE SENHOR JOSÉ DIAS DIRETOR DO SAAE DE IBICARAÍ. 















Garapa engarrafada chega a bares e restaurantes

Empresário desenvolveu produto com ajuda do Sebrae.
Previsão é faturar R$ 500 mil já no próximo ano.

Do PEGN TV

A tradicional garapa, ou caldo de cana, já pode ser levada para casa engarrafada. O produto foi lançado por um empresário em Alumínio, no interior de São Paulo. Rafael Luques teve a ideia e fez pesquisas até no exterior.
“O que nós encontramos lá fora foi um produto com 10% ou 15% de suco natural e restante com mistura de água, conservantes, saborizantes.O nosso produto não. É completamente 100% natural e sem nenhum tipo de conservante. É o puro caldo de cana que sai do garapeiro numa garrafinha pra sua casa”, conta Luques.
O empresário investiu R$ 100 mil desde os primeiros testes em laboratório, até a aprovação final do produto. Para abrir o negócio, ele recorreu ao Sebrae, onde recebeu consultoria jurídica e orientações sobre o planejamento da fábrica e gestão da empresa.
“Ele acabou passando por uma consultoria jurídica, para que a gente pudesse ajudá-lo na questão do registro de produto e estabelecimento. Nesse momento entrou a consultoria de agronegócio, por se tratar de um registro junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento”, conta Luiz Petreca, do Sebrae de Sorocaba/SP
A cana é lavada com água e cloro. Depois, vai para a moagem, onde o líquido é extraído do modo tradicional. A pequena máquina produz até 400 litros do caldo por hora. Sustentabilidade é a palavra chave na indústria: o bagaço abastece a caldeira que aquece a água da fábrica.
O maior desafio foi aumentar a durabilidade do produto. O processo de produção foi desenvolvido em um ano com ajuda do Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital) Rafael não revela o segredo. A fabricação do suco começa pelo controle do teor de açúcar.
O caldo da cana é processado e colocado em garrafas de vidro de 300 ml. As embalagens passam pelo processo de pasteurização, onde o produto é aquecido para eliminar microorganismos e resfriado logo em seguida.
O lote passa por um rigoroso controle de qualidade: nenhum resíduo da cana é permitido. Hoje, a fábrica produz 100 mil garrafas por mês, mas tem capacidade para até 1 milhão.
“Atualmente, a gente está faturando aí em torno de R$ 100, R$ 150 mil por mês. A expectativa aí é a gente faturar, já para o ano que vem, R$ 500 mil”, diz Rafael.
Depois que as embalagens são conferidas uma a uma, as garrafas irão receber os rótulos e depois o caldo de cana estará pronto para ser vendido. E o fabricante afirma que o produto pode ser consumido em até 6 meses sem qualquer refrigeração.
Para consolidar o negócio, o objetivo da empresa é melhorar o gerenciamento e buscar novos mercados. “Ele vai ser inserido, a partir de janeiro, em um programa de gestão da qualidade, no qual a gente vai acompanhar todo o processo de qualidade de gestão, qualidade de processo e produto, e a qualidade de relacionamento com o cliente já visando o mercado”, diz Petreca, do Sebrae.
Na pastelaria
O suco de cana 100% natural é vendido na pastelaria de Maurício Télo, em Sorocaba. A combinação do caldo de cana com o pastel é perfeita. Ele diz que a garapa de garrafa traz mais praticidade ao negócio. Na pastelaria, a garrafinha custa R$ 3,90.
“Eu tinha uma máquina de caldo de cana na pastelaria que demandava um funcionário só para moer a cana, e a gente tinha que ter um reservatório especial, refrigerado pra guardar as canas que a gente já comprava beneficiada. Era um trabalho que no final não valia a pena, não compensava porque o caldo de cana engarrafado é o mesmo sabor, só que mais prático”, diz Télo.

Corpo de Hebe Camargo é enterrado em São Paulo



Enterro ocorreu às 10h30 no cemitério Gethsemani, no bairro do Morumbi.
Sepultamento foi acompanhado por multidão de fãs, artistas e familiares.

Tadeu Meniconi Do G1, em São Paulo

O corpo da apresentadora Hebe Camargo foi enterrado por volta das 10h30 deste domingo (30) no cemitério Gethsemani, no bairro do Morumbi, em São Paulo, sob aplausos, gritos de "Hebe, eu te amo" e pétalas de rosas jogadas por fãs. De acordo com a administração do cemitério, cerca de 1,5 mil pessoas participaram do enterro.
O sepultamento da apresentadora, ícone da TV brasileira, foi acompanhado por uma multidão composta, além dos fãs, por familiares, amigos, artistas e políticos nesta manhã. A chegada do caixão ao cemitério também foi aplaudida. Durante o enterro, os fãs cantaram, ainda, a música "Como é grande o meu amor por você", de Roberto Carlos – ela era fã do cantor.
O caixão com o corpo de Hebe deixou o Palário dos Bandeirantes – onde ocorreu o velório e a missa celebrada pelo padre Marcelo Rossi – por volta das 10h, em um carro do Corpo de Bombeiros, e seguiu em cortejo em direção ao cemitério. Lá, foi transferido em um carro elétrico e levado até o local do sepultamento, o jazigo da família.
'Ela era uma mãe para mim', disse o padre Marcelo Rossi neste domingo (30), antes de rezar missa de corpo presente para Hebe (Foto: Leo Martins/Frame/Folhapress) 
'Ela era uma mãe para mim', disse o padre Marcelo
(Foto: Leo Martins/Frame/Folhapress)
No percurso até o cemitério, o caixão foi coberto com uma bandeira do Brasil e rodeado de coroas de flores enviadas pelos familiares, amigos, artistas e políticos, como a presidente Dilma Rousseff, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, os apresentadores Luciano Huck e Angélica, Pelé, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e o empresário Antônio Ermírio de Moraes – entre dezenas de outros.
Hebe morreu de madrugada de sábado (29) em casa após sofrer uma parada cardíaca, ao se deitar para dormir, segundo a assessoria de imprensa do SBT. Ela lutava contra um câncer desde 2010.
Missa com músicas de Roberto CarlosCelebrada pelo padre Marcelo Rossi, a missa pela morte da apresentadora teve fim por volta das 9h. A cerimônia durou aproximadamente meia hora.
Durante a celebração, o padre cantou "Como é grande o meu amor por você", de Roberto Carlos, acompanhado pelo público, também composto por amigos, familiares e fãs. A missa foi encerrada com "Jesus Cristo", também de Roberto Carlos. Ao final, um fã fez um discurso em homenagem à apresentadora.
'Missa da saudade'Antes de dar início à celebração, o padre Marcelo disse que ela não queria uma missa triste, mas uma missa com "muita saudade", e que era dessa forma que a cerimônia seria conduzida.
De acordo com o religioso, foi a própria família que pediu que ele celebrasse a missa da maneira que Hebe desejava. "Não vai ser missa ecumênica, Hebe queria missa com Nossa Senhora", afirmou.
"Todos sabem do amor que eu tenho pela Hebe, ela foi uma mãe para mim (...). A Hebe é um exemplo de vida, além de um ícone da comunicação como apresentadora", disse, antes do início da cerimônia.

O padre afirmou que esteve com a apresentadora na última segunda-feira (24) para uma missa de inauguração de uma capela de Hebe. O religioso afirmou que, naquele dia, percebeu que ela estava sentindo dor, mas que mesmo assim nunca falava em partir e lutou como uma guerreira para sobreviver. "Sua voz era uma voz que pregava a ética, a coragem e o amor pelo Brasil", afirmou.
'Dia do selinho'
Após ser aberto ao público, depois de momentos reservados exclusivamente a familiares e amigos, na noite de sábado (29), o velório de Hebe Camargo recebeu fãs que desejavam se despedir da apresentadora. O consultor de vendas Fagner Fernando Ribeiro, 28, viajou de São José dos Campos para São Paulo especialmente para prestar homenagem ao ícone da televisão brasileira.
“Para quem sempre viu uma pessoa sorrindo, tranquila e alegre, é difícil vê-la assim. Ficam na lembrança o sorriso, os selinhos”, afirmou ao G1, logo após passar pelo salão nobre do Palácio dos Bandeirantes, sede do governo do Estado de São Paulo, onde está sendo velado o corpo de Hebe. Natural de Taubaté, mesma cidade onde nasceu a apresentadora, Ribeiro fez questão de dizer que apoia uma campanha nas redes sociais para tornar 29 de setembro o “dia do selinho”, em tributo a uma das marcas registradas de Hebe Camargo.
Ribeiro passou pela sede do governo acompanhado do amigo Arthur Lamy, 33. O advogado, que tinha passagem de volta para o Rio, onde mora, marcada para a noite deste sábado, conta que adiou a viagem: “Deixei de ir embora pra me despedir da Hebe. Eu senti como se tivesse perdido um parente”.
No início da madrugada deste domingo (30), praticamente não havia filas diante do Palácio dos Bandeirantes. O principal inconveniente enfrentado pelos admiradores de Hebe era o frio – de acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) de São Paulo, por volta da 1h da manhã fazia 13,8º no bairro do Butantã, próximo ao Morumbi, onde fica o Palácio dos Bandeirantes.
Outra reclamação era a impossibilidade de se fazer fotos. “Não deixaram, ficamos tristes, porque a gente queria registrar o momento”, lamentou a comerciante Cacilda Souza de Mesquita, 31, de São Paulo. A assessoria de imprensa do palácio atribuiu a proibição a um pedido feito pela família de Hebe ao cerimonial, após os primeiros visitantes fazerem registros com celular.
Diante da interdição, restou aos admiradores fotografar as diversas coroas de flores postadas perto da entrada do salão nobre. E encampar a campanha do “dia do selinho”.
Cacilda se disse a favor, assim como o filho dela, Pedro, 11, que contou estar disposto a usar o seu perfil em uma rede social para participar da “manifestação”. “Eu sou a favor, porque isso era uma das coisas que ela mais gostava de fazer”, comentou a comerciante, referindo-se a um dos gestos que celebrizara a apresentadora e que foi repetido por Silvio Santos logo no começo do velório.
O corpo da apresentadora – um dos ícones da televisão brasileira (veja mais abaixo nesta reportagem vídeos e a biografia de Hebe) – chegou ao local do velório por volta das 19h de sábado.

O VÁ TOMAR NO FUSCA SETE FOI SUCESSO TOTAL



 



DERY EVENTOS COM TRIO DA HUANNA AO FUNDO

 Na noite deste último sábado (30), a cidade de Ibicaraí na Bahia mais uma vez sediou, a mega festa VÁ TOMAR NO FUSCA desta vez foi à edição de numero sete, este evento é organizado por Dery Eventos que vem caprichando a cada ano, foi uma festa muito animada, bastante iluminada, com muita gente bonita que pode curtir com uma segurança impar, e, com grandes atrações, a banda Xamego a Mais, deu inicio a festa com bastante irreverência que lhe é peculiar, e foi um grande Show que apresentou o Xamego a Mais, logo depois foi à vez da banda Sem Retoque fazer todos os presentes se apaixonarem, trazendo todo o romantismo para o Vá Tomar no Fusca sete, o evento ainda contou com as participações especiais de Filomena Bagaceira, Netinho do Forró e Alvinho Sam que é o fenômeno da música brasileira, depois foi à vez da apresentação mais esperada da noite, estamos falando da apresentação do Trio da Huanna sob o comando de Luizinho da Huanna e de seus irmãos Lúcio e Netinho, Luizinho juntamente com seus irmãos contagiou a todos com o som estourado do Trio da Huanna, e fez todos os presentes dançar freneticamente durante todo o seu show, participaram do show do Trio da Huanna Larique (filho de Lúcio Huanna) e Alvinho Sam o fenômeno, mesmo sendo estrelas de primeira grandeza, Luizinho, Lúcio e Netinho, mantém, uma simplicidade, que com certeza é o segredo do seu sucesso, recebem a todos com muito carinho, enquanto muitos que estão dando os primeiros passos se trancam em seus camarins ignorando a tudo e a todos, os meninos do Trio da Huanna que já tem quilômetros rodeados, e, são consagrados por onde passam, ficam com o camarim o tempo todo de portas abertas e lotado de fãs e amigos, que circulam livremente por lá, Luizinho e toda família Huanna são diferenciados, pois são artistas educados, logo depois do Trio da Huanna ainda se apresentou a banda Black Stile, o Vá tomar no fusca sete deixou um gostinho que quero mais, este ano de 2012 quem levou o fusca cheinho de cerveja foi Marcos. Santos Costa morador do Bairro Santo Antonio da cidade de Itabuna na Bahia. O promotor de eventos Deryvaldo de Souza, dono da Dery Eventos, disse estar com a certeza do dever cumprido para com todos que sempre prestigiam os seus eventos, e, que para 2013, uma grande surpresa estar reservada.


DERY EVENTOS COM TRIO DA HUANNA AO FUNDO

DA ESQUERDA GABRIEL SANTANA, LUIZINHO DA HUANNA E GILÉ GAUCHO

DA ESQUERDA DERY EVENTOS TENENTE RAMOS, ALVINHO SAM O FENÔMENO E O GOGO DE OURO DA BAHIA JOE VALENÇA


DERY EVENTOS COM O GANHADOR DO FUSCA CHEIO DE CERVEJA
O TRIO DA HUANNA E SEUS CONVIDADOS FAZEM A FESTA NO PALCO DO VÁ TOMAR NO FUSCA SETE


O GIGANTE LUIZINHO DO TRIO DA HUANNA

BLOGUEIRO ANDRÉ LUIZ EVANGELISTA E ALVINHO SAM O FENÔMENO DA MUSICA BRASILEIRA
BLOGUEIRO ANDRÉ LUIZ EVANGELISTA NO BADALADISSIMO CAMARIM DO TRIO DA HUANNA

LUIZINHO DA HUANNA SEMPRE ACOMPANHADO DE SUA ESPOSA ADRIANA E DOS FILHOS LETICIA E LUIZINHO FILHO QUE É UMA FIGURINHA

DA ESQUERDA LÚCIO HUANNA, LUIZINHO HUANNA BLOGUEIRO ERASMO MATRIARCA DA HUANNA PROFª LEONETE, NETO HUANNA E MAIS ATRAZ BLOGUEIRO ANDRÉ LUIZ EVANGELISTA

LUIZINHO SEMPRE PROCURADO POR TODOS

DA ESQUERDA A MATRIARCA DA FAMÍLIA HUANNA PROFª LEONETE, LUIZINHO DA HUANNA TENENTE RAMOS E DERY EVENTOS

XAMEGO A MAIS

XAMEGO A MAIS

SEM RETOQUE

GILMAR SANTOS FREIRE E AMIGOS DE ILHEUS

DERY EVENTOS

BLACK STILLE

sábado, 29 de setembro de 2012

A Coligação Trabalhando Juntos por Ibicaraí Lenildo prefeito e Lula Sampaio vice, realizou um grandioso comício com mais de 3000 pessoas no Bairro Duque de Caxias.





 



Na noite desta última sexta-feira (29), o Bairro Duque de Caxias recebeu a visita, da caravana do bem que é a caravana do 13 ESTOURAAAAAAAAADO, e Lenildo Santana e Lula Sampaio chegaram literalmente nos braços do povo, pois estavam acompanhados por mais de três mil pessoas, mesmo sendo uma noite fria o povão foi às ruas empunhando bandeiras e cantando o tempo todo os jingles da campanha do 13 ESTOURAAAAAAAAAADO, que é a campanha que defende Lenildo Santana prefeito e Lula Sampaio vice- prefeito, na oportunidade todos poderam ouvir as propostas de governo de Lenildo e Lula Sampaio do 13 ESTOURAAAAAAAAAAADO, e também ouviram os candidatos a vereador (a), da Coligação Trabalhando Juntos por Ibicaraí que é a coligação do 13 ESTOURAAAAAAAAAADO, os moradores antigos do Bairro Duque de Caxias disseram que nunca tinham visto uma manifestação política, igual a esta deste último dia (28), neste Bairro, no final do comício às mais de 3000 pessoas acompanharam Lenildo e Lula Sampaio de volta ate o comitê central é por isso, que os que se dizem oposição, a cada dia que passa, ficam mais DESESPERAAAAAAAAADOS EM VER O CESCIMENTO DO TSUNAMI VERMELHO DO 13 ESTOURAAAAAAAAAAAAAADO.
 





 





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...