Twitter Updates

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Primeiro programa da Dilma já começa mentindo sobre um assunto "pouco importante": o seu segundo casamento.

No primeiro programa do horário eleitoral da Dilma, depois de contar rapidamente que esteve presa, o locutor informa que: " Três anos depois (1973), reconstrói a sua vida em Porto Alegre, onde se casa e se torna mãe". Mentira! Na biografia em seu site, é informado que "Em 94, após 25 anos de relacionamento, separa-se de Carlos Araújo, seu grande amigo até hoje." O que confirma que Dilma e Carlos Araújo já tinham um relacionamento desde 1969. Acontece que ela foi presa e ele também. Tinham visitas íntimas e viviam como casal no Presídio Tiradentes, em São Paulo. Em final de 1972, quando saiu da cadeia, ela foi para Porto Alegre não para "casar e se tornar mãe". Foi para Porto Alegre encontrar o seu companheiro Carlos Araújo, que cumpria o resto da sua pena no Presídio Central. Só foi libertado em junho de 1974. A "linda biografia" esconde, também, que Dilma já havia sido casada, no civil, com outro terrorista, Cláudio Galeno Linhares. E que separou-se dele para juntar-se com o terrorista Araújo.

Fonte: Coturno Noturno

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...