DAHIANA DIVULGAÇÃO

DAHIANA DIVULGAÇÃO

IR

IR

ADAUTO NASCIMENTO

ADAUTO NASCIMENTO

SAAE

SAAE

segunda-feira, 25 de julho de 2016

Projeto Meio Ambiente Limpo e Povo Sadio é aplicado nas escolas de Ibicaraí



Texto: Arnold Coelho - Fotos: Divulgação

Uma boa ação desencadeia inúmeros resultados positivos. É com esse propósito que a Educadora de Endemias Anilma França Lacerda desenvolveu, em parceria com as secretarias municipais de Educação e Saúde, a Polícia Militar, Lions Clube e o Leo Clube o Projeto Meio Ambiente Limpo e Povo Sadio. A ideia é preparar o estudante da rede pública para cuidar e preservar o meio ambiente, mantendo o local onde mora limpo, sem lixo (vasos plásticos, pets, pneus, etc) e qualquer tipo de entulho que possa armazenar água, criando condições favoráveis para focos de possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti.

O projeto vem acontecendo desde o mês de maio em Ibicaraí e teve início pelo Grupo Escolar Coraci Magalhães Ally, depois a Escola Municipal Yêda Barradas, Eduardo Spínola, Ana Nery e Ângelo Magalhães. Nesse projeto são mostrados panfletos e vídeos educativos que ensinam como eliminar o mosquito Aedes aegypti. Nas palestras os instrutores ainda ensinam como fazer a armadilha para prender o mosquito com vasos pet. Segundo Anilma, outras escolas receberão a visita do projeto durante o segundo semestre.

"A única forma de evitar a Dengue, Zika e a Chikungunya é combatendo o mosquito através da eliminação dos criadouros em nossas casas, no trabalho e nas áreas públicas. Essa responsabilidade é nossa. Caso alguém tenha febre alta, dor no corpo, ou nos olhos, fraqueza ou vômito, dores ou inchaço nas articulações, manchas vermelhas na pele ou coceira precisa ir para a Unidade Básica de Saúde (UBS) do seu bairro e passar por atendimento médico. O mosquito vive de 30 a 45 dias e pode contaminar até 300 pessoas". Todo cuidado é pouco", disse Anilma. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...