DAHIANA DIVULGAÇÃO

DAHIANA DIVULGAÇÃO

IR

IR

ADAUTO NASCIMENTO

ADAUTO NASCIMENTO

SAAE

SAAE

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Após reação de Temer à anistia ao caixa 2, relator diz que teme 'coisa pior'

Lorenzoni afirmou que há 'zum zum zum' de que texto será descaracterizado.

Votação em plenário de projeto anticorrupção está prevista para terça (29).

Bernardo CaramDo G1, em Brasília
O deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS), durante entrevista no Salão Verde da Câmara (Foto: Bernardo Caram/G1)O deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS), durante entrevista no Salão Verde da Câmara (Foto: Bernardo Caram/G1)
Um dia após o presidente Michel Temer anunciar um “ajustamento institucional” contra uma possível anistia ao caixa 2 no pacote de medidas anticorrupção que tramita na Câmara, o relator do projeto, deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS), elogiou nesta segunda (28) a iniciativa do presidente mas disse ter receio de que a reação dos parlamentares seja ainda "pior”.
 


Na avaliação do deputado, o anúncio feito por Temer ao lado dos presidente da Câmara,Rodrigo Maia (DEM-RJ), e doSenadoRenan Calheiros(PMDB-AL), é um avanço, mas a tramitação do projeto ainda gera preocupação.
Onyx afirmou ter receio de que o texto seja "descaracterizado" e disse esperar que os deputados não pensem em "vingança".
“É um avanço, sem dúvida nenhuma [o anúncio feito por Temer]. Tem que reconhecer, dar os parabéns para os dois. Eu temo por coisa pior”, afirmou o relator nesta segunda.
Ele disse ainda que teme que a proposta de enquadrar juízes e promotores em crime de responsabilidade retorne ao texto.
“Há um zum zum zum muito forte dentro da Câmara dos Deputados […] de que poderia ser completamente descaracterizado o projeto na votação em plenário. Eu realmente apelo para que isso não aconteça”, disse.
A votação do projeto em plenário, anteriormente prevista para a última quinta (17), foi remarcada para esta terça (29), após divergências de partidos sobre o texto. “Eu espero que amanhã o parlamento brasileiro não pense em vingança”, afirmou Onyx.
O deputado ressaltou que seu trabalho como relator terminou quando o parecer foi aprovado na comissão especial. Agora, ele tem preferência para relatar o projeto em plenário, mas a decisão ainda não foi tomada.
“Agora, eu sou relator se a Mesa [Diretora] quiser. Pode ter outro relator. É uma escolha da Mesa Diretora da Câmara”, afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...